Vereador Fábio Câmara pode deixar o PMDB se não houver consenso no partido

Se não houver um consenso, o vereador Fábio Câmara pode deixar as hostes do PMDB, já que pela nova regra eleitoral aqueles que desejam trocar de partido e concorrer ao pleito de 2016, podem fazer até o dia 2 de abril.
A eventual saída do nobre parlamentar dos quadros do PMDB pode ocorrer em virtude do desprezo que o vereador vem sofrendo na sigla.
Recentemente Fábio Câmara foi eleito vice-presidente do Diretório Municipal do PMDB em São Luís. Com o desligamento do presidente da Executiva Municipal do partido na capital, deputado estadual Roberto Costa, para concorrer à Prefeitura de Bacabal, quem deveria assumir o comando automático seria o vereador.
Porém, o deputado Roberto Costa quer emplacar na direção municipal do partido o ex-diretor-geral do Detran-MA, André Campos. Daí a indignação do vereador Fábio Câmara, que espera conversar com o senador João Alberto Souza para discutir sua permanência no PMDB.

 

Fonte: Mário Carvalho

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.