Residência Médica do Maranhão forma 20 profissionais

O Programa de Residência Médica do Maranhão formou, nesta sexta-feira (15), no auditório do Palácio Henrique de La Rocque, 20 médicos especialistas nas áreas de cirurgia geral, clínica médica, pediatria, ortopedia e psiquiatria. O programa foi criado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para aprimorar as competências técnico-assistenciais de profissionais formados em cursos de medicina e para qualificar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a formação de especialistas no Maranhão é uma das formas encontradas pela gestão Flávio Dino para manter esses profissionais no Maranhão, evitando o êxodo para outros estados. “Temos avançado muito nesse aspecto, principalmente após aumentar a oferta de vagas no programa. Ganha todo o estado, pois, assim, temos médicos mais qualificados para atender a população”, destacou.

O presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Rodrigo Lopes da Silva, ressaltou que o grande avanço desse programa é poder entregar para a população uma turma de profissionais qualificados. “Há uns 10 anos, só havia residência médica no hospital ligado à UFMA. A rede do Estado cresceu e temos quase o mesmo número de residentes de lá. Com isso, entregamos profissionais capacitados e melhoramos na ponta a assistência para a população”, comentou.

Natural de Pedreiras, o cirurgião geral Marcelo Rocha estava entre os formandos. “Desde o início da faculdade, me identifiquei com cirurgia geral. Com a residência médica, pude realizar esse sonho. A residência é bem puxada, exige muito, mas o aprendizado é muito grande. Pude aprender em um hospital de referência, como é o caso do Hospital Dr. Carlos Macieira”, relatou.

Acompanhando a solenidade, o cirurgião Domingos da Silva Costa foi um dos preceptores de parte dos residentes. Lembrado por todos pelo legado de ensinamento, ele acredita que ensinar é uma arte. “Dei aula na Ufma por mais de 30 anos; hoje estou em outra universidade. Sou preceptor há muitos anos, é um trabalho gratificante formar novos médicos”, afirmou.

Durante a cerimônia, foi entregue uma homenagem aos preceptores de cada especialidade, chamada de Amigo da Residência.  Entre os participantes da solenidade, o secretário de Estado de Articulação das Políticas Públicas, Marcos Pacheco.

As unidades de atuação dos residentes formandos foram os hospitais Dr. Carlos Macieira, de Câncer do Maranhão, Dr. Juvêncio Mattos e Nina Rodrigues. Atualmente, a SES oferece nove turmas de residência médica, nos municípios de São Luís e Caxias, dos quais participam 64 médicos.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.