Operação das Policias Civil e Militar prende duas pessoas em Bacabal

 

Operações realizadas na terça-feira (8) e nesta quarta-feira, por agentes da 16ª Delegacia Regional e por policiais do 15º BPM, ambos de Bacabal, coordenados pelo delegado Carlos Alessandro e pelo tenente-coronel Egídio Soares, resultou na prisão Gilmar Ribeiro dos Santos, o “Gilmarzinho”, de 29 anos e Denisvaldo Santos, 30 anos, suspeitos de assalto contra uma policial militar e de trafico de drogas em Bacabal.

Segundo o comandante do 15º BPM, Egídio Soares, no último domingo (6), por volta das 20h, a soldado da PM Tamires foi abordada pelo Gilmar e um elemento identificado como Edinaldo da Silva Alves, que estavam em uma motocicleta e anunciaram o assalto. Na ocasião, a dupla roubou a bolsa que continha todos os documentos pessoais da vítima, um aparelho celular e uma pistola ponto 40 com, um carregador com 10 munições.

De acordo com o delegado regional de Bacabal, Carlos Alessandro após o crime, os policiais civis e militares deram início as incursões pela região para prender os envolvidos no caso.  Depois de várias buscas, na última terça-feira (8), a polícia localizou Gilmar, no bairro Pedro Brito, em Bacabal.

Após a prisão, o indivíduo confessou o crime e afirmou que agiu em companhia de um comparsa, que se encontra foragido. Conforme explicou Carlos Alessandro, Gilmar disse também que o parceiro dele teria vendido a pistola ponto 40 à outra pessoa pela quantia de R$ 2 mil e que não sabia a quem.

O comandante do 15º BPM informou que, na manhã desta quarta-feira (9), a polícia recebeu uma denúncia anônima sobre o local onde estava a arma de fogo e se deslocou imediatamente para o local, no bairro Novo Bacabal. O proprietário da residência, identificado como José, se evadiu do imóvel, deixando a arma.

Após realizar buscas no interior da residência a polícia conseguiu deter Denisvaldo e apreender 31 papelotes de maconha, prontos para comercialização e meio quilo da mesma droga prensada. A polícia ainda realiza buscas a fim de prender os foragidos.

Gilmar e Denisvaldo foram encaminhados para a Delegacia Regional de Bacabal, onde foram autuados pelos crimes de roubo qualificado e tráfico de drogas, respectivamente. Após os procedimentos policiais, os dois foram recambiados para a Unidade Prisional de Ressocialização da cidade.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.