Maranhão tem 4.826 mandados de prisão sem cumprimento

O Maranhão tem 4.826 mandados de prisão expedidos pela Justiça pendentes de cumprimento. Os dados são do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões, uma plataforma digital em fase de implantação pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Os 4.826 mandados são de pessoas foragidas ou procuradas pela Justiça que deveriam estar na cadeia, mas vivem livremente após terem escapado de presídios ou por nunca terem sido localizadas e presas.

Em relação aos mandados pendentes de cumprimento, 331 são de indivíduos foragidos e 4.495 são de cidadãos procurados. Ou seja, aproximadamente 93% das pessoas com mandado de reclusão pendente não chegaram a passar um dia na cadeia.

No Maranhão, 4.826 pessoas deveriam estar presas, mas nunca tiveram o mandado de prisão cumprido (Foto: Reprodução/TV Mirante)

No Maranhão, 4.826 pessoas deveriam estar presas, mas nunca tiveram o mandado de prisão cumprido (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Presos x Procurados

O número de foragidos e procurados no estado representa quase metade do total de indivíduos efetivamente presos e que cumprem suas penas, seja de forma definitiva, seja provisoriamente.

São 10.394 pessoas encarceradas em diferentes unidades prisionais, sendo 5.152 presos provisórios e 5.197 condenados, dos quais 4.225 estão em execução definitiva da pena e 972 encontram-se em regime provisório de reclusão.

Outros 45 estão internados por apresentarem algum problema de saúde, principalmente transtornos psíquicos.

Quanto ao sexo dos encarcerados, o masculino prevalece e representa cerca de 96% da massa presidiária do Maranhão. São 10.007 homens reclusos e apenas 395 mulheres privadas de liberdade no estado.

A Secretaria de Segurança Pública informou que muitos acusados fogem para outros estados e países, o que dificulta a localização e captura. Disse ainda que mantém diálogo com representantes de outros estados na tentativa de localizar os foragidos e que empenha na captura deles. FONTE G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.