Escolas estaduais aderem ao Programa Mais Educação

Sessenta  e seis escolas da rede estadual de ensino, localizadas nos municípios de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, aderiram ao Programa Mais Educação, desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), e passarão a promover atividades em tempo integral com seus alunos. As ações do programa serão desenvolvidas, este ano, em 52 escolas de ensino fundamental e 14 de ensino médio.

Para conhecer melhor o funcionamento do “Mais Educação”, coordenadores e técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e gestores de escolas estaduais participaram, nesta quinta-feira(20), de uma reunião  com a consultora técnica do MEC, Lucenir Pinheiro. O encontro foi realizado no auditório da Seduc e contou, também, com a presença de gestores de escolas da rede municipal de São Luís que já trabalham com o programa e repassaram suas experiências aos participantes.  

O Programa Mais Educação vem sendo desenvolvido desde o ano passado pelo MEC. Tem como objetivo contribuir para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens por meio de diversas ações desenvolvidas em outro turno, mantendo o estudante por mais tempo na escola, período em que são promovidas atividades em várias áreas do conhecimento.

“O Programa Mais Educação tem como ponto principal a educação integral, que hoje tem papel fundamental na formação de estudantes, já que além do conteúdo formal, os alunos têm acesso a outros conhecimentos, de forma ampliada, por meio de diversas atividades promovidas pelas escolas que contribuem para a formação integral do aluno em diversos aspectos”, explicou Lucenir Pinheiro. Ela informou que as reuniões com coordenadores, técnicos e gestores servem para avaliar o desenvolvimento do programa, orientar e debater e buscar soluções para possíveis dificuldades em sua implantação.

A consultora disse ainda que as reuniões são realizadas em todos os estados que já aderiram ao programa como forma de acompanhamento do MEC do desenvolvimento do “Mais Educação”. Atualmente, 134 municípios no Brasil já aderiam ao programa, beneficiando cinco mil escolas de ensinos fundamental, médio e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

A coordenadora estadual do Programa Mais Educação da Seduc, Luciene Fernandes Vilanova, afirmou que o programa será um reforço nas ações que vêm sendo implantadas pela Seduc para garantir educação de qualidade na rede estadual. “O Mais Educação contempla diferentes áreas do conhecimento que complementam o ensino formal e contribuem para uma melhor formação do aluno. Isso, aliado a outros projetos já implantados nas escolas estaduais, garantirá um grande avanço no ensino no Maranhão”, avaliou ela.

 

Recursos

A coordenadora adiantou que a implantação do programa nas escolas estaduais que já aderiram depende da liberação dos recursos pelo MEC, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A previsão é que, em setembro deste ano, as ações sejam implantadas nas 52 escolas de ensino fundamental e posteriormente nas 14 de ensino médio.  

De acordo com a técnica da Coordenação Estadual do Programa Mais Educação da Seduc, Verenne Marjorie Lima Braga, as escolas que aderiam ao programa promoverão atividades que manterão os alunos por mais tempo na instituição e garantirão maior conhecimento a eles. “Os estudantes passarão, no mínimo, sete horas diárias na escola, participando ativamente de várias atividades previstas pelo programa. Cada escola escolhe de cinco a 10 atividades a serem promovidas para os alunos”, explicou.

O Programa Mais Educação oferece atividades nas seguintes áreas a serem escolhidas pelas escolas: acompanhamento pedagógico, ações de meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos em educação, cultura e artes, inclusão digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação (jornal escolar, rádio escolar, histórias em quadrinhos e mídias alternativas), educação científica e educação econômica e cidadania.

você pode gostar também Mais do autor

1 comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.