Edivaldo critica inverdades divulgadas pelo governo

O deputado Edivaldo Holanda (PTC) usou a tribuna da Assembleia nesta terça-feira (15) para criticar a mídia do governo, que segundo ele, adota a tática nazista de que “uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade”. O governo faz isto com a maior desfaçatez. Se apodera de obras dos outros e repete mil vezes que são suas. Diz em sua propaganda nazista que a Suzano, a aciaria de Açailândia, a Hidrelétrica do Estreito, a refinaria Premium, a expansão da Alumar, a termoelétrica, são obras desse governo, disparou o deputado.

Holanda citou Abraão Lincoln que dizia “pode-se enganar todos durante algum tempo, pode-se enganar alguns durante todo tempo, mas não se pode enganar todos por todo tempo”. Esse governo não enganará o Maranhão por todo tempo. Há limites para tudo e o absurdo da virtualidade deste governo cairá por terra diante de todos!, afirmou.

Edivaldo leu o requerimento de sua autoria, destinado à governadora Roseana Sarney (PMDB) para que ela determine ao seu secretário de Comunicação, jornalista Sérgio Macedo, que preste esclarecimento à Assembleia, de campanha publicitária sobre a implantação da Refinaria Premium, pela Petrobras, no município de Bacabeira.

Segundo Edivaldo Holanda, o empreendimento é particular mas o governo está gastando dinheiro publico para mostrar que é dono da obra.

Holanda quer saber o custo total da mídia, despendido pelo Estado, por essa peça publicitária e quais os objetivos da propaganda pública de uma obra que não é de responsabilidade do Estado.

Edivaldo falou ainda sobre um provável crime eleitoral que está sendo cometido dentro da mídia governista – a governadora anuncia a obra de três hospitais de alta complexidade em parceria com o governo Lula em 2011. O governo de Lula, disse o deputado, e esse governo, se encerram este ano, como prometer obras para o ano que vem? Isto é uma farsa, são inverdades pregadas com dinheiro do povo para enganar pessoas inocentes, finaliza Holanda.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.