Domingos Paz pede que governo Roseana receba membros da Fetaema

O deputado Domingos Paz (PSB) ocupou nesta quarta-feira (17) a tribuna da Assembleia Legislativa para pedir ao governo do Estado que receba os representantes da Fetaema (Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Maranhão) para que seja discutido com urgência, uma pauta com um conjunto de reivindicações entregues pela categoria ao governo, no ano passado.

O parlamentar apresentou uma indicação solicitando à governadora Roseana Sarney (PMDB) que receba o comando do Grito da Terra, coordenado pela Fetaema.

De acordo com Domingos Paz, no mês de junho do ano passado, ele foi recebido pelo vice-governador João Alberto (PMDB) que, por sua vez, declarou publicamente através da imprensa que o governo tinha total interesse em abrir um diálogo com o comando do movimento dos trabalhadores da agricultura e encontrar a solução de problemas relacionados à agricultura familiar, assistência técnica, reforma agrária, crédito, e outras reivindicações.

Ainda de acordo com o deputado, após o encontro com o vice-governador, em junho, passaram-se meses e o diálogo não aconteceu. Sem resposta, a Fetaema encaminhou no dia 11 de dezembro uma carta ao governo do Estado pedindo que as negociações fossem, de fato, iniciadas.

Passaram-se dezembro, janeiro, fevereiro, março está sendo concluído o mês de março e o governo ainda não sinalizou para que, de fato, pudesse estar discutindo a solução desses problemas com a Fetaema.

Domingos Paz chamou a atenção para outros problemas que agravam a situação dos trabalhadores da agricultura familiar, além dos problemas de estruturação, o principal deles é a estiagem, que tem causado muitos prejuízos aos agricultores.

“Eu estive em Grajaú e toda a região, Santa Luzia do Tide… Há uma apreensão muito grande sobre o fato de que fizemos o primeiro plantio, não deu certo, o segundo plantio, não deu certo, e gastaram-se todas as sementes, todas as potencialidades”, salientou.

O deputado disse que diante de tantos problemas, existem motivos suficientes para que o governo do Estado receba o comando do grupo e pediu aos líderes do governo na AL para que faça esta interlocução. “A Fetaema tem muito interesse de estabelecer esse diálogo, porque há muitas questões a serem solucionadas no que diz respeito à questão da agricultura familiar”, finalizou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.