Blitz educativa alerta população sobre riscos do glaucoma

O próximo domingo (26) marca o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, data que serve para alertar a sociedade sobre os riscos da doença que atinge um milhão de brasileiros, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Pior ainda para as pessoas acima dos 40 anos, faixa etária da qual 2 a 3% são acometidas pela enfermidade. O tema, aliás, será a pauta principal de uma blitz educativa comandada pelo presidente da Associação Maranhense de Oftalmologia, Mário Menezes, nos dias 25 e 26 deste mês, no São Luís Shopping.

Especialista no assunto, Menezes aponta para a necessidade de um acompanhamento médico regular, que pode diagnosticar a doença em fase inicial, por meio de um exame oftalmológico meticuloso da pressão intraocular e do fundo do olho. “Quando necessário, pode-se pedir exames complementares. Todo esse cuidado é fundamental para que a doença seja diagnosticada e tratada em tempo hábil”, ressalta Menezes. Vale informar que o glaucoma pode levar à cegueira irreversível.

A doença é silenciosa, não apresentando sintomas. Daí a importância das consultas regulares. Também pode-se frisar alguns fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da doença, como estão a pressão intraocular elevada; idade acima dos 60 anos ou acima dos 40 anos, para o caso de glaucoma agudo; histórico familiar; doenças no olho, como alguns tumores, descolamento de retina e inflamações. São somadas a essa lista também a diabetes, problemas cardíacos, hipertensão e hipertireoidismo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.