Açailândia e Imperatriz recebem atrações do Palco Giratório

Travar diálogos que combinam as nossas histórias à ficção e imergem nos temas violência, memória e no que aproxima os seres humanos enquanto espécie é a proposta do espetáculo “Fauna”, próxima atração do projeto Palco Giratório com destino às cidades de Açailândia e Imperatriz. De 25 a 29 de julho, o Sesc convida o público a dividir a cena com os atores do Grupo Quatroloscinco Teatro do Comum (MG) e refletir sobre nós como indivíduo e como humanidade. Também integra a programação a oficina “O ator, o texto, a palavra”, importante ação formativa que visa compartilhar o fazer artístico do grupo com atores e estudantes de artes cênicas maranhenses.

A peça-conversa “Fauna” não é uma narrativa clássica com começo, meio e fim. A plateia é convidada a participar e conhecer a história do outro, atuando diretamente nos espetáculo com o que há de comum e diferente entre todas as pessoas. Com duração de 80 minutos e classificação etária de 16 anos, a montagem é inspirada na obra O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e fim do indivíduo, do filósofo Vladimir Safatle, que discute a política a partir de uma estrutura viciosa de afetos e afetações que sustentam as relações do íntimo ao coletivo.

Fauna

Voltando o olhar à fauna que somos nós, o espetáculo é dirigido por Italo Laureano e dramaturgia de Assis Benevenuto e Marcos Coletta. Em Açailândia, o Sesc realiza a apresentação nesta quinta-feira, dia 26 de julho, a partir das 19 horas, na Praça da Cultura, Vila Ildemar. Já em Imperatriz, o público pode conferir essa interessante produção que circula pelo Palco Giratório no dia seguinte, sexta (27), na Acqua Club, localizado à Avenida XV de novembro, Beira Rio, também às 19 horas. A entrada é franca.

E os atores, estudantes de teatro, artistas cênicos profissionais e em formação que desejem experimentar o trabalho do ator com o texto falado, o manejo da palavra, a ação vocal e a descoberta das diversas camadas de um texto teatral, o grupo Quatroloscinco ministra a oficina “O ator, o texto, a palavra” no dia 25 de julho, das 13 às 16 horas e das 16h30 às 19h30, na Praça da Cultura de Açailândia e nos dias 28 e 29 de julho, das 14 às18 horas, no Campus da Ufma de Imperatriz.

Grupo Quatroloscinco – Teatro do Comum

O grupo desde 2007 mantém um trabalho continuado de pesquisa e prática teatral principalmente no que tange a criação coletiva e a dramaturgia autoral sob uma estética contemporânea. Considerado um dos mais destacados grupos da nova geração do teatro mineiro, acumula prêmios, críticas e apresentações em mais de 60 cidades de 15 estados do país, além de Uruguai, Cuba e Argentina.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.