UFMA abre inscrições para seis cursos gratuitos de cinema

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) amplia a sua política de formação profissional nas comunidades e valorização de novos talentos à produção cinematográfica. Em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco (PE) e Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes (CE), a UFMA está com inscrições abertas para seis cursos gratuitos, que integram a programação do 37º Festival Guarnicê de Cinema.

            Os cursos de Roteiro e Montagem estão com inscrições abertas até 13 de julho e o resultado da seleção será divulgado no dia 17 deste mês. Esses dois cursos serão ministrados das 8h às 12h e das 14h às 18h. Já as inscrições para os Cursos de Figurino, Contrarregragem, Curadoria e Montagem: Festivais, Mostras Temáticas e Restrospectivas e o curso de Cinema, Quadrinho e Literatura: Singularidades e Intersecções podem ser feitas até 16 de julho e serão realizados das 8h às 12h.

            Para se inscrever gratuitamente os interessados deverão acessar o site: www.cultura.ufma.br/37guarnicedecinema. Todos os cursos terão 25 alunos e serão realizados no Centro Pedagógico Paulo Freire, na cidade Universitária. Para o diretor do DAC e coordenador do Festival Guarnicê de Cinema, Prof. Ms. Gersino dos Santos, com a realização dos cursos, a UFMA intensifica a sua política extensionista, a formação e o aperfeiçoamento na área de audiovisual nas comunidades locais.

            “A UFMA, em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco, de Recife (PE) e a Escola Pública de Audiovisual Vila da Artes, de Fortaleza (CE), instituições conceituadas nacionalmente, oferece à comunidade ótimas oportunidades aos maranhenses que querem trabalhar com cinema e e TV”, disse Gersino dos Santos. Dos seis cursos, dois terão carga horária de 40 horas e quatro de 20 horas, pensando no público iniciante, mas incluindo os que já têm alguma experiência em cinema.

            O Professor Gersino dos Santos informa ainda que as vagas são limitadas e que, por meio dos cursos e do Festival Guarnicê de Cinema, a UFMA visa estimular o desenvolvimento profissional do mercado audiovisual local. “Nosso objetivo com esses cursos é também incentivar os novos talentos da produção de cinema e ampliar e atualizar a formação dos maranhenses interessados na produção audiovisual, com o que há de mais novo na produção voltada para cinema”, observa Gersino dos Santos.

ROTEIRO (FUNDAJ)

            O Curso de Roteiro, ministrado por Rodrigo de Oliveira, com 40 horas-aula pretende oferecer ao aluno uma perspectiva geral da função do roteirista no processo de realização de uma obra audiovisual, bem como apresentar-lhe noções introdutórias relacionadas ao processo de criação e estruturação do roteiro de ficção. A abordagem do tema é ao mesmo tempo teórica e prática, tocando em diversas questões enfrentadas por roteiristas diante de uma obra de ficção, seja ela adaptada ou original.

            MONTAGEM (FUNDAJ)

            O Curso de Montagem, ministrado por Virgínia Flores, com 40 horas-aula tem como objetivo apresentar os conceitos de edição e montagem em cinema, TV, novas tecnologias; abordar a temática narrativa, ênfase, ritmo e fluência; discutir sobre elementos e processos da montagem, funcionamento dos softwares de montagem; abordando também a construção do ritmo, o manejo do tempo e a produção de sentidos na obra audiovisual.

            FIGURINO (Vila das Artes)

            A oficina abordará a elaboração de figurinos para cinema e artes cênicas. Durante a oficina iremos compartilhar um acervo de textos, filmes e apresentações que compreendem a elaboração de vestuários de diversos estilos. Empregaremos métodos de leitura de roteiro e planos de filmagem, análise técnica, acompanhamento de set e organização de camarim, dentre outros aspectos práticos, bem como técnicas de envelhecimento, tingimento e costura.

            Themis Memória é graduada em Design de Moda pela Universidade Federal do Ceará, trabalha com direção de arte para obras audiovisuais e artes cênicas, realiza projetos de artes visuais, performance e dirige o espaço cultural Salão das Ilusões (www.salondelasilusiones.com), aprovado em 2012 pelo Edital de Fomento a Iniciativas Empreendedoras e Inovadoras pelo Ministério da Cultura do Brasil.

            CURADORIA E MONTAGEM: FESTIVAIS, MOSTRAS TEMÁTICAS, RETROSPECTIVAS (Vila das Artes)

            Essa disciplina abarca itens logísticos e conceituais do funcionamento de uma mostra/cineclube. Programa das aulas: Aula 1) Pessoas envolvidas e etapas de realização de uma mostra e de um cineclube; Aula 2) Visualização de catálogos de diferentes mostras e festivais, com atenção voltada à apresentação das propostas de programas curatorias e filmes. Propor aos alunos que elaborem sugestão de mostra e/ou cineclube.

            De baixo custo, estilo fanzine; Aula 3) Discussão das propostas apresentadas. Apontamentos do professor, mais exemplos e aprimoramento das propostas. Avaliação das propostas. Carolinne Vieira é graduada em Letras pela Universidade Federal do Ceará (2005) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Ceará.

            Atualmente é oficineira e monitora da ação Cine Mais Cultura (MinC – Governo Federal) e diretora adjunta de Acervo e Difusão do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros. Tem experiência em produção na área das Artes Visuais, em especial no audiovisual, com ênfase em curadorias de mostras de cinema, produção audiovisual e cineclubismo (formação de platéia em cinema).

            CINEMA, QUADRINHO, LITERATURA: SINGULARIDADES E INTERSECÇÕES (Vila das Artes)

            Pedro José Arruda Brandão é formado em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com estudos centrados na linguagem das histórias em quadrinhos. Professor de roteiro na Oficina de Quadrinhos da UFC, realiza trabalhos junto a coletivos e ministra aulas de escrita criativa e roteiro para diferentes mídias em vários espaços culturais da cidade de Fortaleza.

            Vencedor regional de duas edições da Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom) e vencedor nacional da competição na categoria Fotonovela. Também trabalha na área de webwriting e mídias sociais.

            CONTRARREGRAGEM

            A oficina de Contrarregragem tem o intuito de promover o aprendizado dessa importante área da produção cinematográfica, qualificar e estimular talentos e desenvolver o empreendedorismo aos alunos interessados. Durante a oficina o aluno vai adquirir conhecimentos específicos que o habilitará para uma futura profissionalização No departamento de Arte de produções cinematográficas, televisão, teatro, eventos, linha de shows.

            Como produtor, produtor de objetos, assistente de cenografia e ou contrarregra de cinema, televisão, teatro, holding. Este oficina de contrarregragem percorrerá todo o processo da Direção de Arte, desde a criação e desenvolvimento de um projeto até as filmagens e desprodução de um filme. Contrarregragem em televisão e teatro,incluirá exposições sobre a história da produção audiovisual brasileira e a atualidade do mercado.

            Delanir Cerqueira, 38 anos de profissão, tem 60 longas metragens como técnico da Indústria Cinematográfica e do Audiovisual.  Trabalhou em vários filmes de temática negra: A Deusa Negra, de Olá Balogum (1978) Chico Rei, de Walter Lima Jr. (1979) Quilombo, de Cacá Diegues (1983) Massacre de Batepá de Orlando Fortunato – STP- Angola (2009).

            Na retomada do cinema nacional participação em Carlota Joaquina, de Carla Camuratti, O Quatrilho, de Fabio Barreto, Mauá, o Imperador e o Rei, de Sergio Resende e Tiradentes, de Oswaldo Caldeira. É autor do livro técnico “Manual do Contrarregra.” 2009. Blog: www.blogdodelanir.blogspot.com.br.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.