Rubens Jr. defende investimentos em escolas agrícolas familiares

O deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) criticou hoje ao Governo do Estado por criar dificuldades para a renovação dos convênios com a União das Associações das Escolas Famílias Agrícolas do Maranhão, que mantém 20 escolas Famílias Agrícolas em municípios maranhenses.

Segundo o parlamentar a proposta entregue à Secretaria de Educação prevê um investimento de R$ 50 mil anuais em cada uma das 20 escolas. “Para surpresa nossa, o governo apresentou uma contraproposta de R$ 150 mil para ser divido entre as 20 escolas, o que daria R$ 7.500 a cada instituição por ano”.

Na proposta encaminhada pela União das Associações das Escolas Famílias Agrícolas do Maranhão os recursos oriundos da parceria custeariam os profissionais, a alimentação, o transporte e a manutenção do equipamento e do material utilizado no ensino, no valor de um total de um milhão de reais.

Rubens Pereira Júnior afirmou que encaminhará uma indicação ao governo estadual para que reveja em caráter de urgência, as suas posições e assinem os convênios com as escolas agrícolas.

“Ficamos sem entender o porquê, apesar de já previsto em lei, de o Governo do Estado, por meio da sua Secretaria, se negar ou dificultar renovar os convênios agora em 2010. E os convênios que estamos falando são convênios pequenos, não é nada estratosférico”, afirmou Rubens Pereira Júnior.

O deputado Rubens Pereira Júnior assegurou que as escolas Famílias Agrícolas estão esquecidas pelo poder público, ou praticamente. “Há exemplo delas apenas para acentuar, Coroatá, Vitorino Freire, em tempo integral, 15 dias o aluno fica internado e 15 dias ele fica no campo próximo à sua família já colocando em prática tudo o que ele aprendeu nos 15 dias anteriores. Essas escolas não qualificam somente os seus estudantes”, afirmou o parlamentar.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.