Rede de atenção à saúde mental promove festa junina para pacientes e residentes

Em plena temporada junina, o Maranhão festeja um dos meses mais esperados do ano. Ao som de bumba-boi, quadrilha, tambor de crioula e forró pé de serra, a rede de atenção à saúde mental da Secretaria de Estado da Saúde (SES) celebra a festa popular com os pacientes e funcionários das unidades.

O colorido do arraial da Residência Terapêutica II José Raimundo Brandão contagiou, nesta segunda-feira (17), os pacientes assistidos no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD Estadual) e os residentes da Residência Terapêutica I Amarilis Toledo e Residência Terapêutica III Jardim das Flores.

Além de fazer uma festa junina, os profissionais fortalecem a cidadania dos assistidos na rede estadual de atenção à saúde mental. “Estamos possibilitando a ressocialização. É uma verdadeira festança cultural, seja para a pessoa portadora de transtorno mental, como para aquele que está em processo de deixar o vício de álcool e outras drogas. Todos têm suas necessidades psicológicas e afetivas contempladas”, disse a coordenadora da Residência Terapêutica II, Isabelle Rego.

Entre as atrações, o cacuriá do Programa de Ação Integrada para o Aposentado (PAI). Quinze mulheres participaram da apresentação no arraial. “Ações como esta restabelecem a autoestima de todos os envolvidos. A integração mostra que somos todos uma grande família, que precisa de cuidados especiais, mas que também é rica em fraternidade”, comentou a aposentada Remédios Beleza, de 71 anos.

Rafaely Polary, coordenadora da Residência Terapêutica I Dra. Amarilis Toledo, explica que todas as etapas da composição do arraial contaram com a participação dos residentes. “Toda a ornamentação do ambiente, confecção dos enfeites, preparação do espaço, tudo foi preparado pelos residentes”.

A coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial Dr. Bacelar Viana (Caps III), Gabrielle Romanhol, destaca que ações integrativas são fortalecidas na rede estadual de atenção à saúde mental. “Os serviços precisam caminhar juntos nesta proposta, que é a de proporcionar autonomia, reinserção, quebra de paradigmas e de estigmas, além de combater a discriminação e os estereótipos”, pontuou.

Também participou da programação a coordenadora da Residência Terapêutica III Jardim das Flores, Mayara Magalhães.

O diretor do Caps AD Estadual, Marcelo Costa e o delegado titular do 1º Distrito Policial de São Luís, Joviano Furtado participaram da ação integrativa na Residência Terapêutica II.

“Estamos participando com 80 usuários participando e que dançaram quadrilha junto com os residentes. Os serviços de atenção à saúde mental precisavam de uma programação como esta, principalmente de quebra de barreiras, estigma, algo que oportunizasse um momento de alegria e confraternização”, destacou Marcelo.

Certificação 

Na ocasião, cinco pessoas assistidas no Caps AD Estadual receberam o certificado de conclusão do curso de pizza realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). “Acredito que o cuidado com a saúde mental é fundamental para que os usuários possam ter uma nova oportunidade de vida, e, ao mesmo tempo, receberem a chance de se reintegrarem ao mercado de trabalho”, enfatizou Maria de Jesus Pereira, gerente da unidade móvel do Senac Maranhão.

Para Amanda Larissa Castro, a certificação é mais uma etapa importante do tratamento. “Eu tenho outras qualificações, como por exemplo, a de preparo de pastéis e coxinha. A especialidade com pizza vai me ajudar muito. Tudo hoje está sendo muito maravilhoso, porque além do diploma também tem este momento de integração onde eu vou poder participar da dança de quadrilha e poder me divertir um pouco”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.