Prevenção à Covid-19: Vigilância Sanitária segue com fiscalização a estabelecimentos comerciais

Fonte: SES
Texto: Marcos Atahualpa
Fotos: Julyane Galvão

A Vigilância Sanitária Estadual, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES), segue realizando ações de fiscalização e orientação em estabelecimentos comerciais para observar o cumprimento dos protocolos de prevenção à Covid-19. O trabalho é contínuo e 4.631 ações já foram executadas. Nesta sexta-feira (29), equipes vistoriaram supermercados na região metropolitana.

Na ocasião, os fiscais fizeram abordagens educativas junto aos responsáveis dos estabelecimentos, além de dialogarem com os usuários sobre a adoção de medidas preventivas. De acordo com o superintendente de Vigilância Sanitária da SES, Edmilson Diniz, as ações têm sempre enfoque pedagógico.

“O foco das ações são os protocolos sanitários de enfrentamento à Covid-19. Porém, os riscos sanitários de cada segmento econômico também são verificados pelas equipes de fiscalização. Normas como as de Boas Práticas também são foco de apuração nas inspeções sanitárias e os respectivos descumprimentos são passíveis de sanções administrativas, tais como, multas e interdições”, disse Edmilson Diniz.

A fiscalização percorreu filiais de três redes de supermercados nas regiões do Calhau, Olho d’Água e Turu. Em todas elas foram observados o distanciamento social, o uso de máscaras, o acondicionamento dos alimentos, inclusive os que estavam no mostruário, o distanciamento social na fila de espera dos caixas, bem como a dispensação de álcool em gel e os termômetros digitais para aferição de temperatura.

Segundo o subgerente de um dos estabelecimentos, Ronaldo Pinheiro, a unidade tem seguido as orientações sanitárias. “Colocamos placas sinalizadoras para incentivar os nossos clientes a uma conduta responsável, além de exigir o uso de máscaras e a higienização das mãos com álcool em gel. Nos horários de maior pico de movimentação, os nossos funcionários buscam dialogar com os usuários de forma a evitar aglomerações nos caixas, melhorando a dinâmica de atendimento”, pontuou.

Para a dona Marluce Lindoso, de 53 anos, as fiscalizações trazem sensação de segurança. “É uma iniciativa muito boa porque deixa os locais funcionando de forma correta. No final das contas é bom tanto para nós que frequentamos o espaço, como também para eles que respeitam as regras”, disse.

Além dos supermercados, os agentes sanitários também estarão percorrendo espaços como bares, restaurantes, casas de eventos, shopping centers e instituições de ensino.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.