Presidiário escondia tornozeleira com papel alumínio para driblar sistema de monitoramento

Um presidiário do regime semiaberto, de 33 anos, foi detido, suspeito de tráfico de drogas, na noite da quinta-feira (10), em frente à loja de uma torcida organizada na Avenida Conde da Boa Vista, na região central do Recife. No momento da prisão, a polícia percebeu que ele tinha uma tornozeleira eletrônica na perna esquerda, coberta com papel alumínio, com o objetivo de driblar o sistema de monitoramento. Outras duas pessoas também foram presas.

O preso cumpre pena na Penitenciária Agrícola São João, em Itamaracá, no Grande Recife, de onde saía todos os dias para trabalhar. “Chegando ao seu trabalho, ele colocava papel alumínio na tornozeleira e a partir dali o sinal do local em que ele estava trabalhando permanecia durante o dia. Eventualmente ele saía e vendia drogas”, explica o delegado João Leonardo, responsável pelo caso.

Por vezes, o homem vendia drogas dentro do local de trabalho, segundo a polícia. Além dele, foram presos um homem, de 28 anos, e uma mulher, de 19 anos, que seriam responsáveis por fazer a entrega da droga. “Esse casal estava transportando as drogas para o homem. Eles colocavam a mão na massa, dividiam em pequenos pedaços”, detalha o delegado responsável pelo caso.

Com o grupo, a polícia apreendeu cerca de 840 gramas de cocaína com alto teor de pureza e R$ 2.920 em dinheiro, que os investigadores acreditam serem provenientes da venda de drogas, além de um carro e uma motocicleta. Os suspeitos foram todos indiciados por tráfico de drogas e a polícia segue investigando o caso.

Fonte: G19531__66539751__6652

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.