Presidiárias do Ceará publicam fotos intimas em rede social

Logo após o vazamento das imagens, seis celulares e sete carregadores foram apreendidos pelo Grupo de Apreensão do sistema Penal (Gasp).

Segundo a Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), as internas foram identificadas e transferidas. O órgão emitiu a seguinte nota: “Todas as internas que aparecem nas imagens divulgadas na internet foram identificadas e, após vistoria realizada na tarde desta quarta (10), foram conduzidas ao isolamento onde respondem à sanção disciplinar. A Sejus ressalta que realiza vistorias frequentes a fim de coibir o uso de ilícitos nas unidades prisionais e está buscando reforçar o monitoramento das guaritas“.

Ainda de acordo com o órgão, há um processo licitatório para a instalação de aparelhos de body scanner, equipamento que permite gerar uma imagem da estrutura orgânica e óssea de qualquer pessoa, evidenciando irregularidades como o transporte de objetos proibidos nos estabelecimentos, a exemplo de celulares, armas e drogas.

Casos parecidos já aconteceram no Ceará. Em agosto de 2013, o detento José Aírton Paz da Silva Júnior fazia postagens em seu perfil direto da Casa de Privação Provisória de Liberdade III, em Itaitinga. As postagens continham fotos e uma ameaça. Em janeiro de 2014, presos usavam celulares para fazer “selfie” dentro das celas no 14º Distrito Policial, no Bairro Conjunto Industrial, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza. Depois de uma vistoria, os policiais encontraram dois celulares com fotos dos detentos.

20150611064955 20150611064955 20150611064958 20150611064960

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.