Postes tombam na feira da Cidade Operária e deixam feridos

 

 

Cerca de quatro pessoas ficaram feridas e dois veículos receberam o impacto do poste

 

 

Nesta terça-feira (19), um poste caiu na Cidade Operária, nas proximidades da feira do bairro. Ele estaria em manutenção e contaria com ferrugem em sua estrutura.

Cerca de duas pessoas ficaram feridas e dois veículos receberam o impacto.

Segundo informações sobre o 6º Batalhão de Polícia Militar, no momento havia um operador de uma empresa de telefonia fazendo a manutenção do poste, quando ele caiu, levando outros dois postes.

O trânsito no local continua obstruído e foi feito o isolamento da área. Os órgãos competentes também foram acionados.

A perícia do local irá esclarecer com detalhes as causas da queda do poste e as próximas medidas a serem tomadas no local, segundo nota da Companhia Energética do Maranhão. Confira abaixo o informe na íntegra:

A Cemar esclarece que, de acordo com informações preliminares, o acidente aconteceu no momento em que a equipe da empresa Conekta, prestadora de serviços da OI, realizava um serviço nos cabos de telefonia na Feira da Cidade Operária, e durante a realização do serviço um poste tombou.

Uma equipe da Cemar já esteve no local para apurar os fatos e levantar as informações necessárias para elaboração do laudo técnico, que elucidará as causas do acidente. A Companhia informa, ainda, que as providências cabíveis ao caso serão tomadas logo após as conclusões do trabalho.

Vale destacar que a utilização dos postes deve obedecer aos critérios dos projetos elaborados pelas empresas de telecomunicação. Os projetos devem ser aprovados pela Cemar, e executados em conformidade com as normas técnicas vigentes. Por fim, cada empresa deve estabelecer seus próprios planos de investimento e manutenção para garantir a integridade e conformidade das ocupações com as normas vigentes.

Já a Oi apontou em nota que “uma equipe técnica foi acionada para restabelecer os cabos danificados e readequar a rede o mais brevemente possível”.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.