Polônia rejeita refugiados após ataques em Paris

Após os ataques terroristas causados por jihadistas do Estado Islâmico em Paris, o governo da Polônia afirmou que não pode prosseguir com as decisões da União Europeia sobre imigração, e aceitar refugiados sem garantias de segurança.

O ministro polonês para Assuntos Europeus, Konrad Szymanski, disse que “está é uma condição fundamental que foi imposta hoje sob um enorme ponto de interrogação em toda a Europa”.

Szymanski está no novo governo conservador polonês a tomar posse na segunda-feira. O governo anterior havia concordado em aceitar 7 mil refugiados da Síria e da Eritreia nos próximos dois anos.

Em comentários na internet, Szymanski disse que a Polônia deve ter “total controle” de suas fronteiras e políticas de imigração. Fonte Associated Press.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.