Pacientes participam de cantata natalina no Hospital Nina Rodrigues

Pacientes da Rede Estadual da Saúde Mental em tratamento em unidades gerenciadas pelo Governo do Estado participaram, nesta quarta-feira (12), de uma cantata natalina no auditório do Hospital Nina Rodrigues. A atividade de confraternização teve apresentação de corais e exposição de material produzido em oficinas terapêuticas de artesanato.

Participaram pacientes do Hospital Nina Rodrigues, do Centro de Assistência Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD Estadual), do Centro de Assistência Psicossocial (CAPs) III Dr. Bacelar Viana e das residências terapêuticas.

“Aqui conseguimos fazer um resumo de tudo o que foi ano e de todas as atividades ofertadas. É um momento de comunhão entre os pacientes e os funcionários também, quando cada um vai ajudando o outro no seu desenvolvimento. É hora de ter um pensamento positivo, de fé e esperança de um ano melhor, de seguir no tratamento”, afirmou o diretor do Hospital Nina Rodrigues, Ruy Cruz.

Segundo explicou a coordenadora da Terapia Ocupacional do Nina Rodrigues, Kamylla Moreira Lima, as oficinas de arte, artesanato e música são usadas no tratamento dos pacientes de acordo com a necessidade de cada um. “Os presos de justiça, por exemplo, trabalhamos mais a ressocialização, portanto a profissionalização. Já nos pacientes de saúde mental mais comprometidos, usamos para ajudar na coordenação motora. Para nós, o que interessa é o processo, não o produto final”, disse.

A cantata contou a apresentação dos corais Renascer, formado por presos de justiça em tratamento no Hospital Nina Rodrigues, e do Caps AD Estadual. Entre eles um jovem, de 24 anos, em tratamento por dependência química. “É ruim ser depende de um vício. Apesar de estar em tratamento há pouco tempo, estou me saindo bem. Neste Natal, vou dar de presente para minha mãe, que faz aniversário dia 25”. Para ele, participar do coral ajuda a dispersar os pensamentos ruins.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.