Em 4 anos, Estado constrói ginásios, firma parcerias com o Governo Federal e alcança marca histórica nos JEMs

Desenvolver ações que proporcionem o crescimento da prática esportiva dentro do estado, incentivando o lazer e o desenvolvimento social: essa foi a tarefa da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) durante os últimos quatro anos da gestão estadual.  Dentre as principais ações estiveram investimentos em praças esportivas, criação de programas de fomento ao esporte e crescimento dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), a maior competição estudantil do estado.

Para fortalecer a prática esportiva, foram firmadas parcerias que proporcionassem integração, cidadania, inclusão social, oportunidade da prática esportiva e o exercício do lazer para todos. Em 2015, a Sedel realizou, em São Luís, o Encontro Nacional dos Secretários e Gestores Estaduais de Esporte e Lazer, momento de discussão para dinamizar as relações dos gestores responsáveis pelo apoio ao esporte e lazer.

Da mesma forma, as reuniões anuais de balanço com secretários municipais surgiram para alinhar o trabalho da Sedel às ações dentro dos mais diferentes públicos, que culminou na criação do programa Mais Esporte e Lazer Para Todos. Financiado pelo BNDES, o programa teve como objetivo construir ginásios em 23 municípios maranhenses.

Espaços de esporte e lazer

A entrega do novo Costa Rodrigues, ginásio tradicional do esporte amador no Estado, é uma das marcas alcançadas nos últimos quatro anos. “Hoje temos o Costa Rodrigues como uma opção de local para prática do esporte amador, sendo um dos maiores e melhores ginásios do país, com tecnologia de ponta e estrutura moderna que se destaca em todo o Brasil”, avaliou o secretário de Esportes, Hewerton Pereira.

O trabalho tem continuado, com a revitalização do Complexo Canhoteiro, localizado na capital São Luís. Por meio de convênio federal, a obra já está com mais de 80% dos trabalhos concluídos e contará com novas arquibancadas para as quadras poliesportivas e de beach soccer (localizadas próximo ao Castelão), construção de duas novas quadras poliesportivas e de escadas de acesso às quadras.

Fortalecimento de projetos esportivos

A Lei de Incentivo ao Esporte teve um grande impacto dentro do trabalho de fortalecimento do esporte no Maranhão presente nesses quatros anos de gestão. No ano de 2015 foram mais de 56 mil maranhenses beneficiados através dos projetos implantados por meio da Lei. Já em 2018, a estimativa da Sedel é uma média de mais de dois milhões de beneficiários através dos projetos, de forma direta e indireta com os serviços oferecidos, subindo de 11 para 130 municípios contemplados.

Um dos maiores produtos que conta com apoio da Lei de Incentivo são os JEMs, evento organizado pela Sedel e que realizou em 2018 a 46ª edição de competições. O crescimento de participação de atletas foi notável por meio do trabalho realizado, contando com alimentação e hospedagem para todos os atletas e comissão técnica dos mais diferentes municípios presentes.

O ano de 2018 foi destaque por marcas históricas nos Jogos Escolares, com 114 municípios participantes e a participação de mais de 75 mil atletas envolvidos em todas as etapas da competição. Na Paralímpiadas, os números também indicam o desenvolvimento das atividades e do engajamento social para os paratletas: de 84 participantes durante a etapa estadual já são mais de 120 alunos envolvidos com os ParaJEMs, e a participação de oito municípios.

O crescimento na socialização e no desenvolvimento do esporte torna simbólico o trabalho. “Fico grato em ver de perto que o fomento ao esporte tem contemplado também atletas com deficiência. Percebo que existe uma retribuição calorosa à luta dos técnicos e professores. Os resultados estão aí, o número de medalhas vem crescendo. A medalha mesmo é simbólica, porque o melhor resultado disso tudo é ver o benefício que o esporte causa na realidade de cada um deles”, enfatizou o secretário Hewerton Pereira.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.