Organização Mundial de Saúde Animal pode visitar a Região Tocantina

RATRIZ – Uma auditoria da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) está prevista para ocorrer de 10 a 27 de fevereiro no Maranhão. A ação faz parte do processo de classificação internacional do Estado como zona livre da Febre Aftosa.

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), Cláudio Azevedo, a comissão europeia deve visitar a Região Tocantina.

“A comissão vai checar nossos índices de vacinação, alguns frigoríficos, algumas propriedades e, certamente, virá a Região Tocantina porque aqui está uma grande parcela do rebanho do Maranhão”, garantiu.

Ainda segundo Cláudio Azevedo, o Porto do Itaqui já está sendo preparado para que o Estado possa exportar carne bovina para a Europa, fato que deve ocorrer depois da certificação internacional.

A Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) divulgou o índice de cobertura vacinal contra a Febre Aftosa na última campanha, que foi de 95,16% do rebanho maranhense. A segunda etapa da vacinação foi realizada no mês de novembro do ano passado e foram imunizados 7.007.802 de bovinos e bubalinos. Um dos critérios avaliados para que o Maranhão seja classificado como zona livre é uma cobertura vacinal acima de 90%.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.