Orçamento de 2014 deve ser aprovado em 20 de dezembro

O Congresso Nacional deve aprovar a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2014 (PLN nº 9/2013) em 20 de dezembro, último dia de trabalho do Parlamento antes do recesso legislativo. O cálculo é do presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), senador Lobão Filho (PMDB-MA).

A partir desta quinta-feira (21), e até a próxima quinta-feira (28), deputados e senadores poderão apresentar emendas ao Orçamento de 2014. Cada parlamentar terá R$ 14,68 milhões para apresentar em emendas individuais ao Orçamento, mas 50% (R$ 7,34 milhões) terá de ser destinado obrigatoriamente para ações e serviços públicos de saúde, já de acordo com o Orçamento Impositivo, aprovado pelo Senado e em tramitação na Câmara.

De acordo com o calendário divulgado pela CMO, a votação dos relatórios setoriais à peça orçamentária vai ocorrer até 11 de dezembro e a votação do relatório final do relator-geral, deputado Miguel Corrêa (PT-MG), terá de ser concluída até 19 de dezembro.

Durante a sessão do Congresso que encerrou-se na madrugada da última quinta-feira (21), Lobão Filho fez um apelo aos parlamentares para votação do relatório preliminar ao Orçamento, o que acabou ocorrendo na madrugada. Assim, disse Lobão, será possível votar a peça orçamentária para 2014 no último dia do semestre legislativo, para que todos os prazos regimentais sejam respeitados.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.