O cinema cumpre 5 papeis fundamentais: informar, educar, entreter, vender e reunir as outras artes

b12a4b62-8db0-4194-ac63-730e0e67ee83Servidores ativos e aposentados, colaboradores, estagiários e escritores renomados participaram na tarde desta terça-feira, 14 de junho, da 3ª edição do Café, Arte e Literatura do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, que homenageou o cinema.
Atual maior entusiasta da promoção da memória e da cultura no âmbito do TRE-MA, o desembargador Lourival Serejo (presidente), que também é escritor, membro fundador da Academia Maranhense de Letras Jurídicas e ocupa a cadeira n.º 35 da AML, declarou que sua ideia é proporcionar, sempre que possível, o debate de assuntos que fogem ao trabalho, oportunizando conhecimento em outras áreas.
Convidado a falar sobre “Cinema e Justiça”, o cineasta Joaquim Haickel afirmou que o cinema cumpre 5 papeis fundamentais: informar, educar, entreter, vender a indústria audiovisual e reunir as demais artes (música, fotografia, arquitetura, dança, literatura e o teatro) num elemento só.
“Todo filme aborda o psicológico, antropológico e sociológico. Basta observar para perceber como eles possuem estas 3 nuances”, alertou Haickel, que citou diversas obras durante sua palestra para ilustrar as informações dadas à plateia.
Sugestões do palestrante
O palestrante sugeriu 15 filmes para serem assistidos por quem opera o Direito: Testemunha de acusação, 12 homens e 1 sentença, O vento será tua herança, Filadélfia, O povo contra Larry Funt, Gandhi, Adeus Lenin, Reds, Milk, Terra em Transe, Recontagem, Rob Roberts, A grande ilusão, Todos os homens do presidente e As sufragistas.
Exposição
Além da palestra do cineasta Joaquim Haickel, máquinas de projeção, filmes e livros de acervo do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, ficaram expostos, assim como fotografias cotidianas de autoria de Lourival Serejo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.