Novembro tem recorde de homicídios na Região Metropolitana de São Luís

Foram registradas 103 mortes violentas somente no mês de novembro, na Região Metropolitana de São Luís, segundo boletim da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) atualizado até as 7h desta terça-feira (2). As estatísticas mostram que o mês foi o que obteve mais ocorrências do tipo no ano, superando os índices de agosto, quando houveram 90 ocorrências na região.

O índice aponta somente os homicídios dolosos (quando há inteção de matar) por armas de fogo e armas brancas. Se considerarmos lesões corporais seguidas de morte (3), latrocínios (7) e homicídios decorrentes de intervenção policial (11), o número sobe para 124 ocorrências no mês.

Os dias mais violentos foram dois domingos – 23 e 9 – com 10 e 9 mortes registradas, respectivamente. Uma sexta-feira, dia 5, foi o único que não registrou morte violenta.

De acordo com a secretaria, o crescimento no número de mortes entre outubro e novembro deste ano foi de 58%. Já em relação ao mesmo período do ano passado, o aumento foi de 40%.

O total acumulado aponta que foram registradas 826 mortes somente este ano na região metropolitana, contra 807 em 2013 e 635 em 2012.

Relembre os casos
Entre as mortes violentas que tiveram maior repercussão no estado, está o assassinato do médico e diretor do Hospital do Câncer de São Luís Luiz Alfredo Netto Guterres Soares Junior, de 48 anos. No dia 9, quatro homens armados invadiram a casa do médico, que reagiu ao assalto, travou luta corporal com um dos criminosos e acabou baleado no pescoço. O médico morreu no terraço de casa. O bando fugiu em um carro roubado levando o celular da vítima. Um suspeito foi preso e, um menor, apreendido. A polícia afirma que os dois integram quadrilha especializada em assaltos a residências com vínculo com facção criminosa.

No dia 19, o fiscal da Receita Estadual José de Jesus Gomes Saraiva foi morto a tiros enquanto dirigia veículo do órgão público na Vila Maracujá, na zona rural de São Luís. De acordo com a polícia, a suspeita é de que o crime tenha relação com a apreensão de uma carga irregular de arroz avaliada em R$ 100 mil. Um dos suspeitos foi preso.

No dia 22, os soldados da Polícia Militar David do Vale e David Chapuy foram assassinados a tiros durante uma festa confraternização em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana. Segundo a polícia, três criminosos chegaram em um veículo preto ao local e um deles teria pedido água, anunciando o assalto em seguida. Houve troca de tiros e um suspeito e os dois policiais acabara mortos. Outro suspeito foi morto em Bacabal, na região do Médio Mearim.

O cinegrafista José Ribamar Carvalho Filho, 48, foi morto no dia 29 após reagir a uma tentativa de assalto no bar Carangueijo, no Monte Castelo, em Imperatriz, no sul do Maranhão. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi encontrado. A polícia investiga o caso.homicidios

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.