Neymar mostra ansiedade para “sonho de criança”

Na véspera de sua primeira final de Liga dos Campeões, camisa 11 afasta favoritismo do Barcelona no duelo contra o Juventus e não dá prioridade para busca por artilharia.

Com um currículo vencedor no Santos, Neymar já pôde levantar na Europa as taças do Campeonato Espanhol, Copa do Rei e Supercopa da Espanha – mas o troféu que ilustrou seus sonhos quando criança ainda tem uma barreira à frente. Na véspera de sua primeira final de Liga dos Campeões, o camisa 11 do Barcelona disse que este é um dos momentos mais importantes da sua carreira e que seu grande desejo neste momento é “dar um beijinho” na Orelhuda ao fim do duelo contra o Juventus, neste sábado, às 15h45 (de Brasília) – a TV

Já joguei finais, mas esta é a mais importante. Vou fazer o que puder para ganhar. É meu sonho de criança, e espero aproveitar muito em campo. É uma final tão sonhada e este é o melhor momento que estou vivendo. Espero poder amanhã dar um beijinho nela – afirmou sorrindo, a poucos metros da taça, que também estava na sala de imprensa do Estádio Olímpico de Berlim.

O brasileiro novamente afirmou ser fã de Buffon, que revelou que um de seus filhos é fã do atacante. Com o badalado Barça considerado grande favorito no duelo contra o azarão Juventus, Neymar tentou afastar os rótulos ao dizer que “não há melhor” em uma decisão. Lembrando da decisão do Mundial de Clubes de 2011, quando foi goleado junto com o Santos e disse ter levado uma aula dos catalães, não quis dizer que o time do qual faz parte hoje também pode ensinar o bom futebol.

– É bom jogar ao lado de jogadores que têm muita qualidade, desde o goleiro ao atacante. Aprendi muito no Japão e estou aprendendo muito mais ao lado desses craques – resumiu.

Vice-artilheiro da competição com nove gols, apenas um atrás de Messi e Cristiano Ronaldo, Neymar tenta ser o goleador máximo do segundo torneio da temporada, já que faturou também a artilharia da Copa do Rei, com um gol marcado na final contra o Athletic de Bilbao. Naquele jogo, inclusive, o atacante brasileiro foi criticado por tentar dar uma carretilha (ou lambreta) em um marcador nos instantes finais do jogo. Ele não se abateu com o bombardeio, e pretende utilizar o que tem de melhor contra o Juventus.

– Sigo igual, não mudar nada. Vou seguir fazer meu jogo para ajudar meus companheiros. Seja fazendo gols, marcando os adversários… Ou driblando – adicionou no final.

No sonho de Neymar, há dribles, título e gols. Se o último item não aparecer também, não tem problema.

– Sonhei marcar um gol, mas se não fizer também e o Piqué marcar, está bem. O importante é sairmos campeões – brincou Neymar, que tinha o zagueiro ao seu lado na entrevista coletiva.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.