‘Não se esqueça de mim’: afegão que foi intérprete de Biden pede para sair do Afeganistão

Um intérprete que ajudou a resgatar o presidente dos Estados UnidosJoe Biden, em uma tempestade de neve no Afeganistão anos atrás, está escondido do Talibã depois de não conseguir pegar um voo para escapar de Cabul.

Em 2008, o então senador Biden e outros dois legisladores visitavam o Afeganistão quando uma tempestade de neve obrigou o helicóptero em que viajavam a pousar em uma área remota, relata o jornal “The Wall Street Journal” na terça-feira (31).

O intérprete, que o jornal chama de “Mohammed” para proteger a identidade, trabalhava com frequência para o Exército americano naquele momento, participando de missões de combate.

Diante do risco de Biden e os outros dois senadores — Chuck Hagel e John Kerry — serem atacados por talibãs, Mohammed se juntou à missão militar que partiu da base aérea de Bagram para resgatá-los.

Veterano da Guerra do Vietnã, Kerry foi secretário de Estado do governo Barack Obama e atualmente é enviado especial do governo Biden para o clima.

Fonte da matéria postada: G1 globo

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.