“Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul” vai ser aberta hoje

Vai ser aberta na noite desta terça-feira (26), no Teatro da Cidade, Centro de São Luís, a oitava edição da “Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul”. Aprogramação do evento, com exibição de filmes – curtas, médias e longas-metragens – e documentários, prossegue desta quarta-feira (27) a domingo (1º), com sessões às 13h, 15h, 17h e 19h. Todas as sessões possuem recursos como closed caption (legenda oculta) – destinada às pessoas com deficiência auditiva – e audiodescrição – destinada às pessoas com deficiência visual. Alguns dos trabalhos concorrem a um prêmio na mostra competitiva do evento.

A entrada nas sessões é gratuita. De acordo com o produtor em São Luís, professor de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e cineasta Francisco Colombo, a expectativa é ampliar o público presente nas sessões, seguindo a tendência dos últimos quatro anos em que a mostra é realizada na capital maranhense. “Chegando à sua oitava edição, a quarta em São Luís, o público já está bastante identificado com a mostra. A gente percebeu que, no ano de 2012, houve um crescimento elevado, um crescimento bastante significativo. Então, a expectativa, para 2013, é de a gente manter essa base de público e, talvez, até ampliar, já que a mostra consegue manter-se em um nível de excelência, em um nível de qualidade bastante elevada, também, no que diz respeito aos filmes que estão sendo trazidos ao público”, disse em entrevista ao Imirante.com – ouça a entrevista.

Veja também: programação completa da oitava “Mostra Cinema e Direitos Humanos”

A história e o cinema maranhenses estão presentes na mostra. “O Maranhão está presente no evento de duas formas: na abertura, com o longa-metragem Uma história de amor e fúria, em que é tratada a Balaiada, a Balaiada surge, então, nesse longa-metragem, que é uma animação, uma animação bem bonita, bem interessante; e na última sessão, com o filmeAcalanto, de Arturo Saboia, que é um cineasta maranhense que tem sido bastante prestigiado e, recentemente, recebeu vários prêmios lá em Gramado, no Rio Grande do Sul“, diz o produtor local.

Sessões para voltadas para grupos são agendadas pelos telefones (98) 8118-1829(98) 8406-6961(98) 8164-6944(98) 8416-4580(98) 8864-6426 ou (98) 8237-0168.

A mostra

A “Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul” ocorre, também, nas outras 25 capitais brasileiras e no Distrito Federal, além de outros 600 espaços fora dos grandes centros urbanos, e é uma promoção da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC).

Em São Luís, a mostra conta com as parcerias da Prefeitura de São Luís; Fundação Municipal de Cultura (Func); Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania (Sedihc); Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE), Ministério Público do Maranhão (MP-MA), Fundação Nagib Haickel; Museu da Memória Audiovisual do Maranhão (Mavam); e Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.