Maranhão é um dos 4 Estados que mais fazem cirurgias

O Maranhão é atualmente um dos Estados brasileiros com maior número de cirurgias feitas pela rede estadual de Saúde. E a tendência é melhorar ainda mais o desempenho, com o lançamento do programa Mais Cirurgias, cuja meta é fazer 70 mil procedimentos em 2020. 

Entre 2014 e 2019, o Maranhão aumentou o total de cirurgias em 145%, passando de 25 mil para 62 mil. 

Isso colocou o Estado como o quarto de todo o país em quantidade de cirurgias. Além disso, o Maranhão foi quem mais aumentou proporcionalmente o número de procedimentos, de acordo com dados do Ministério da Saúde. 

No lançamento do Mais Cirurgias, na semana passada, o governador Flávio Dino afirmou que o reforço do Sistema Único de Saúde (SUS) é essencial. “Em razão das desigualdades obscenas que marcam a realidade brasileira, se os direitos forem submetidos apenas à lógica do mercado, nós teremos a exclusão de milhões de brasileiros, e, por isso, o Sistema Único de Saúde é imprescindível”, disse.

O secretário de Saúde, Carlos Lula, ressaltou que o Estado investe pesadamente na área: “Nunca o Maranhão despendeu tanto o percentual de sua receita corrente líquida com saúde, porque aqui saúde não é gasto, é investimento”, assegurou Carlos Lula. 

Mais Cirurgias

Serão 12 hospitais envolvidos prioritariamente pelo Mais Cirurgias. A ideia é que o paciente não precise se deslocar a São Luís ou Imperatriz, como acontecia no passado. 

“Dessa forma, vamos possibilitar o melhor acesso às cirurgias, que serão distribuídas por todo o Estado. O programa vai impactar ainda mais, pois a ideia é que possamos garantir às pessoas este serviço e que ele seja facilitado, mais rápido e de qualidade”, disse Carlos Lula.

Entre as cirurgias previstas, estão as de catarata, pterígio, vesícula, hérnia, varizes, apêndice, fraturas, próteses totais de joelho e quadril, histerectomia, hemorroidectomia, entre outras. 

Com a expansão da rede de serviços na capital e interior, iniciada em 2015, quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SES) ganhou nove grandes hospitais. Há também o novo Hospital do Servidor, somando dez grandes unidades.

Esse investimento aumentou em 145% as cirurgias, comparado a 2014, que fechou em 25.391 cirurgias, com os 62.354 procedimentos em 2019. São beneficiados pacientes da fila de espera da rede estadual ou regulados pelas secretarias municipais de Saúde.

Fonte: Secap

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.