Juiz de Buriticupu entrega 500 livros doados para escola municipal

O Projeto social “Judiciário na Escola: Doe livros e construa nosso futuro”, realizado pelo juiz da 1ª Vara de Buriticupu (MA), Raphael Leite Guedes, fez a entrega de 500 livros arrecadados à escola municipal “Unidade Integrada Simar Pereira Pinto”, a fim de ser instalada uma biblioteca para uso dos alunos dessa unidade escolar.

Na solenidade de entrega, estiveram presentes o juiz, a diretora da escola, Naiza de Sousa Gomes, servidores do Judiciário, professores, alunos e membros da sociedade que contribuíram para a realização do evento. Ao final, o juiz anunciou que próxima escola buriticupuense a ser beneficiada pelo projeto será a “UI Padre Edmilson de Sousa Freire”, localizada no bairro Terra Bela, possivelmente no mês de março ou abril de 2019, a depender do número de livros arrecadados.

O projeto, lançado no dia 1º de outubro deste ano, é permanente e tem por objetivo arrecadar livros – novos ou usados, didáticos ou literários-, destinados aos alunos do ensino fundamental, de 5 a 15 anos de idade, das escolas municipais da comarca de Buriticupu e do termo judiciário de Bom Jesus das Selvas, e dotar cada uma das unidades escolares de uma biblioteca.

Inspirada nas ideias de que as pessoas podem transformar o mundo por meio da educação, do educador brasileiro Paulo Freire, a iniciativa do juiz promove o incentivo à leitura e à promoção da educação das crianças e adolescentes como fator da transformação social, preparando as crianças e adolescentes para o exercício pleno da cidadania. Também vai ao encontro do artigo 205 da Constituição Federal, que trata da educação como dever do Estado.

“Acreditamos que somente através da participação de todos, entes públicos e iniciativa privada, poderemos mudar nossa realidade para a construção de um futuro digno e de qualidade aos nossos jovens de amanhã. Convocados toda a sociedade a participar deste gesto de cidadania e solidariedade doando livros, novos ou usados, a fim de construirmos o nosso futuro, através da educação de qualidade”, declarou o juiz.

A diretora da escola agradeceu ao juiz pela parceria, considerada significativa para o incentivo à leitura na cidade. “A palavra que nos define hoje é felicidade, estamos muito motivados com a realização deste grandioso projeto O judiciário na escola, é uma satisfação enorme ser a primeira escola contemplada com 500 livros e muitos prêmios, sentimos que é um reconhecimento as ações de incentivo à leitura já realizados pela escola”, disse.

Um posto de arrecadação foi instalado no espaço de atendimento das partes e advogados no fórum da unidade jurisdicional (Rua Deputado Vila Nova, s/nº. – Bairro Terra Bela), a fim de receber as doações da comunidade. Doações fora de Buriticupu município podem ser feitas em postos instalados em outras comarcas. Em São Luís, na Biblioteca do Tribunal de Justiça, Escola Superior da Magistratura do Maranhão, Livraria Leitura e Salão Must. E em Santa Inês, na Águia Sport.

PARCERIAS – A ideia recebeu o apoio de parceiros da iniciativa privada, como as empresas Livraria Leitura, Águia Sport, Blog Jo Fernandes, Moveplar, Proagro Agropecuária, Nossa Gráfica, Posto N2,Ilumisol e Trilha Motos Distribuidora, que se comprometeram com as ações do projeto, no apoio a educação de adolescentes.

As ações do projeto podem ser acompanhadas na mídia social Instagram (@judiciarionaescola) e por meio do blog judiciarionaescola.educaesmam.com

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.