HU-UFMA adota comunidade do São Francisco na prevenção do câncer de mama

Pelo segundo ano consecutivo, o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, realiza a campanha de prevenção de Câncer de Mama adotando Unidades Básicas de Saúde. A ação visa contribuir com a prevenção e motivar os profissionais da saúde sobre a importância do rastreamento mamográfico e diagnóstico precoce.

Os principais objetivos da Campanha são: Capacitar equipes de saúde da família no atendiemnto de doenças da mama aumentando a resolutividade da Atenção Básica; Melhorar o fluxo de pacientes por meio do encaminhamento consciente dos casos que realmente necessitam ser referenciados, diminuindo assim a sobrecarga do atendimento dos centros especializados de alta complexidade com casos que poderiam ser resolvidos na Atenção Primária; Enfatizar a importância da solicitação de exames de rastreamento nas Unidades Básicas de Saúde, contribuindo assim para o diagnóstico precoce e redução da mortalidade por câncer de mama; e Ofertar 150 vagas de mamografia para as Unidades Básicas de Saúde participantes durante todo o mês de outubro.

Este ano, a comunidade adotada é a do São Francisco, sendo escolhidas a Unidade Básica de Saúde do São Francisco e a Unidade de Saúde Básica da Família Bezerra de Menezes. De acordo com a chefe da Unidade de Atenção à Saúde da Mulher, Danielle Orlandi Gomes, a escolha do bairro é realizada anualmente de forma estratégica. “São sempre regiões que ficam nas imediações do hospital e de pouca cobertura de saúde. Desta forma, atingimos melhor a população que mais precisa dessa informação e dessa prevenção, gerando assim um impacto positivo”.   

Como parte da programação, será realizada na manhã da terça, 9, a palestra “Outubro Rosa: Uma causa pela qual devemos lutar? ”, ministrada pelo médico mastologista do HU-UFMA e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Maranhão, José Pereira Guará. O evento é aberto aos usuários, colaboradores, residentes e acadêmicos da instituição. A palestra marcará a abertura oficial da campanha do Outubro Rosa no HU-UFMA. No mesmo dia haverá uma ação de sensibilização em parceria com o Hospital Aldenora Bello, na recepção da Unidade Materno Infantil, com a venda de camisas em prol da compra de próteses para reconstrução mamária de pacientes do SUS.

A programação foi organizada pela Unidade de Atenção à Saúde da Mulher. Durante todo o mês de outubro serão realizadas atividades voltadas para a prevenção, enfatizando a necessidade de visitas periódicas ao médico e do autoexame das mamas. Desde o dia 1º está sendo feita a marcação dos exames mamográficos ofertados para a comunidade do São Francisco. Na quinta-feira, 4, os profissionais do HU-UFMA tiveram um momento com os agentes comunitários de saúde e os técnicos de enfermagem da Unidade Básica de Saúde do São Francisco, focando na importância de um eficiente rastreamento mamográfico e diagnóstico precoce.

No dia 20, médicos e residentes de Ginecologia e Obstetrícia farão atendimentos e solicitações de mamografia em conjunto, no Hospital Aldenora Bello. No dia 25, o Hospital receberá os médicos e enfermeiros que atuam no São Francisco para uma capacitação e no dia 31 será realizado o encerramento das atividades com a avaliação da campanha e apresentação dos avanços do Serviço de Mastologia do HU-UFMA.

O Outubro Rosa é um movimento popular internacional que faz referência a luta contra o câncer de mama. 

Saiba mais:

O que é câncer de mama?

É o câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, inclusive no Brasil. É uma doença causada pela multiplicação anormal das células da mama, que forma um tumor maligno. O câncer de mama tem cura, se descoberto no início.

Como é possível descobrir a doença cedo?

Por meio da realização de exames periódicos. A partir dos 40 anos, toda mulher deve fazer mamografia e exame clínico das mamas anualmente, mesmo se não tiver nenhum sintoma. A hora ideal de fazer o diagnóstico é quando o tumor ainda não é sentido no exame clínico ou no autoexame, ou seja, quando ele pode ser detectado apenas nos exames de imagem como mamografia.

Como a mulher pode participar ativamente da prevenção?

Conhecer o que é normal em suas mamas e ficar atenta para eventuais modificações. Se observar alguma alteração, tais como caroço, pele da mama com vermelhidão acentuada ou parecida com uma casca de laranja, alterações no bico do peito, a mulher deve procurar imediatamente auxílio médico. O autoexame deve ser realizado mensalmente, de preferência, após o término da menstruação. Porém a realização do autoexame não exclui a necessidade da mamografia anual.

Confira abaixo a programação na íntegra:

Profissionais da saúde serão motivados para atuarem na prevenção do câncer de mama e na importância do rastreamento mamográfico

Unidade de Comunicação Social 
Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão – HU-UFMA
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares- Ebserh
Tel: (98) 2109-1227
Unidade Presidente Dutra
Rua Barão de Itapary, nº 227, Centro São Luís- MA
CEP: 65020-070

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.