Governo e grupos de catadores discutem resultados e metas da política de resíduos sólidos no estado

Com o objetivo de organizar os grupos de coleta seletiva em cooperativas para a geração de emprego e renda, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres), promoveu o Encontro Regional do Comitê Gestor de Acompanhamento e Monitoramento do projeto Pro-Catador. O evento aconteceu na terça-feira (2), no auditório da agência do Sine São Luís, no Centro da capital.

Durante o encontro, a Setres apresentou as metas e os resultados do projeto alcançados até o momento. Segundo a gestora do Pró-Catador, Inês Mendes, atualmente o projeto está em fase de capacitação organizacional para o cooperativismo e associativismo com foco na geração de renda. “Depois dessa etapa de instruções, vamos iniciar a parte de estruturação com equipamentos e maquinários nas cooperativas de catadores”, destacou.

“O projeto visa, ainda, trabalhar transversalmente o resgate da cidadania e recuperação da autoestima em suas diversas abrangências como: a elevação de escolaridade, inclusão digital, saneamento, saúde, segurança, crédito, segurança alimentar, habitação e ações assistenciais”, ressaltou a secretária adjunta de Economia Solidária, Nilce Cardoso.

A atividade reuniu várias instituições responsáveis pela gestão de resíduos sólidos no estado. Além da Setres, representando o poder público, estavam presentes, também, representantes da Superintendência Regional do Trabalho, da Agência Metropolitana e do Comitê Gestor de Limpeza Pública de São Luís. A categoria de catadores estava representada por cooperativas e associações de catadores de resíduos sólidos de Imperatriz, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e São Luís.

Empolgado com o projeto Pró-Catador, José Lima, representante da Associação de Catadores de Imperatriz, comemora as possibilidades de desenvolvimento a partir das ações da iniciativa. “Essa é uma força que vai trazer mais segurança e crescimento no trabalho que nós fazemos”, comentou.

Pró-Catador

Desenvolvido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres), o projeto tem o objetivo de desenvolver os grupos econômicos solidários de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis, articulando-os em redes de cooperação e comercialização de produtos, estimulando a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e promovendo a inserção social e cidadã da categoria, com vistas na superação da situação da pobreza extrema e da degradação ambiental no âmbito do Plano Brasil sem Miséria.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.