Governo abre mais de 2.300 vagas para cursos técnicos do Iema

A partir desta quarta-feira (9), os estudantes do 9º ano interessados em estudar no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), em 2020, poderão realizar sua inscrição para as unidades plenas de Axixá, Bacabeira, Brejo, Coroatá, Cururupu, Matões, Pindaré-Mirim, Presidente Dutra, Santa Inês, São José de Ribamar, São Luís/Bacelar Portela, São Luís/Centro, São Luís/Gonçalves Dias, São Luís/Itaqui-Bacanga e Timon. Com o investimento realizado pelo governo do estado, 2.320 jovens serão beneficiados com o ensino técnico, científico e profissional de tempo integral do Instituto. 

As inscrições serão exclusivamente online e devem ser realizadas no site www.iema.ma.gov.br até o dia 23 de novembro. Dos critérios de seleção serão analisadas as notas de português e matemática do 8º apresentadas pelo estudante no ato da inscrição. Além das notas, outro critério levado em consideração é a distância da residência do candidato até a unidade plena em que tem interesse de estudar. A divulgação dos selecionados será no dia 20 de dezembro, no site do Instituto. 

Nos últimos anos, a procura pelo ensino do Iema aumentou o que implicou na rápida expansão do Instituto, com 13 unidades plenas em 2019. Para o reitor Jhonatan Almada, o Instituto desenvolve um trabalho essencial para vida profissional de seus alunos. “O Iema se configura hoje como referência na área de educação profissional, científica e tecnológica. Somos a primeira rede criada pelo Governo do Maranhão com o objetivo de levar essa oportunidade para a juventude em todas as regiões do estado. Possibilitar que nossos jovens cursem uma educação profissionalizante que os permita realizar seus projetos de vida e se insere com consistência no mundo do trabalho”, destacou. 

Em 2018, o Iema obteve apenas 0,18% de evasão escolar, 94% de aprovação e 95,5% de frequência escolar. De acordo com o diretor de Ensino e Pesquisa, Elinaldo Silva, os resultados desses indicadores educacionais refletem o êxito do modelo institucional do Iema que é fundamentado no projeto de vida do estudante. “O Iema tem várias ferramentas que oferece aos alunos e professores, como atividades, formações, além do acompanhamento e monitoramento que faz com que tenhamos resultados exitosos no que diz respeito à evasão, aprovação e frequência. Oferecemos diversas formações aos professores a fim de que eles possam se aperfeiçoar cada vez mais, refletindo na qualidade das aulas e, consequentemente, nos resultados de aprendizagem dos estudantes”, disse o diretor Elinaldo Silva.

O diretor de Planejamento e Administração do Iema, Gustavo Andrade, destaca a qualidade da infraestrutura das unidades plenas. “Em 2020, o Iema chegará a 16 unidades plenas com as novas UPs Rio Anil, Bacelar Portela e Gonçalves Dias, que eram centros de ensino da Secretaria de Estado da Educação e agora serão unidades plenas do Iema. Todas as unidades têm salas de aula climatizadas, laboratório da base nacional comum com equipamentos modernos, laboratórios da base técnica para os cursos que foram escolhidos em audiência pública com a comunidade”, concluiu.  

De acordo com o edital de processo seletivo, serão ofertados 30 diferentes tipos de cursos técnicos atendendo a vocação econômica da região de cada unidade.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.