Forças Armadas recusaram convite para reunião de Bolsonaro com embaixadores

As Forças Armadas estão tentado manter distância do embate político eleitoral

Ao que tudo indica as Forças Armadas estão cada vez mais preocupadas em afastar a imagem delas do presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com interlocutores, as Forças Armadas não querem se atrelar institucionalmente ao discurso adotado pelo presidente.

Segundo informações do UOL, os comandantes do Exército, general Marco Antônio Freire Gomes, da Marinha, almirante-de-esquadra Almir Garnier Santos, e da Aeronáutica, tenente-brigadeiro-do-ar Carlos de Almeida Baptista Junior, recusaram o convite para participar da reunião do presidente com embaixadores, no Palácio da Alvorada, na última segunda-feira (18), e não compareceram ao evento.

Para além disso, o generalato tem visto com cautela o usa da imagem por parte do presidente e tem tentado manter distância do embate político eleitoral. Segundo a Uol, o que se diz nos quarteis é que o próximo presidente da República, eleito em outubro dentro da normalidade democrática, terá a continência das tropas. Seja Bolsonaro, Lula ou quem sair vitorioso pelo sistema de votação eletrônico.

Fonte: Bnews

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.