Estudantes da rede pública de ensino receberam premiação do Concurso Artístico e Literário Josué Montello

O Governo do Maranhão premiou, nesta terça-feira (19), no Auditório do Palácio dos Leões, dez estudantes vencedores do Concurso Artístico e Literário Josué Montello: Vida e Obra, realizado com o objetivo de incentivar a produção artística e literária de estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual.

“Nós acreditamos muito que iniciativas como essa ajudam que esses jovens consolidem um gosto pela leitura que é vital para que eles possam ser cidadãos melhores. Em primeiro lugar, eles terão uma boa formação ética e intelectual, mas também terão um bom desempenho escolar, porque nós sabemos que a leitura é o caminho para a aquisição de vários conhecimentos e, sobretudo, para o caminho da escrita”, destacou o governador Flávio Dino durante a premiação.

O concurso, que foi promovido pelas Secretarias de Estado da Educação (Seduc) e da Cultura e Turismo (Sectur), nas modalidades de Redação, Poesia, Desenho e Fotografia, premiou dez jovens de escolas públicas de São Luís e de outras cidades do Maranhão.

“Essa é a culminância de um projeto importante executado pela Secretaria de Educação e de Cultura e Turismo em que estudantes da rede pública estadual foram estimulados a escrever sobre a obra e literatura de Josué Montello, fazendo com que a cultura, a leitura e a arte tenham cada vez mais importância nas vidas dos jovens maranhenses”, explicou o secretário da Educação, Felipe Camarão.

“Encerramos as comemorações do centenário de Josué Montello, que começou desde a abertura da Casa Josué Montello e hoje termina com uma premiação que acontece com muito orgulho”, afirmou o secretário de Cultura e Turismo, Diego Galdino.

Categorias

   Governador Flávio Dino e secretário Felipe Camarão com estudantes na premiação Concurso Artístico e Literário Josué Montello. (Foto: Handson Chagas)

Governador Flávio Dino e secretário Felipe Camarão com estudantes na premiação Concurso Artístico e Literário Josué Montello. (Foto: Handson Chagas)

O estudante Renan Amorim, do primeiro ano de ensino médio no Centro de Ensino (CE) Aniceto Mariano Costa, da cidade de Matinha, alcançou o primeiro lugar na modalidade desenho com a obra ‘A Criação’.

“É uma alegria muito grande receber esse prêmio porque mostra o meu talento. Também fico muito emocionado por orgulhar a minha escola e toda a minha família”, destacou o aluno de 15 anos.

Assim como Renan, os alunos Anderson Machado do Nascimento, estudante do CE Bernardo Coelho de Almeida; e Elem Mayana Mendes Reis, do CE Prof. Joana Batista Dias, de Pinheiro, foram premiados na categoria desenho.

Na categoria fotografia, quem levou o prêmio foi Vanessa das Chagas Melo, estudante do CEI Maria Mônica Vale, em São Luís.

Na modalidade poema, os vencedores foram Maria Zilda Araújo Ribeiro, do CE São Cristóvão; David Felipe Alves da Silva Siqueira, do CE Aluízio de Azevedo, em Timon; e Pedro Henrique Soares da Silva, do CE Horácio Alves de Andrade, em São Domingos do Maranhão.

Maria Zilda, que ficou em primeiro lugar com o poema ‘Cavaleiro no seu barco’, destacou a importância da experiência. “É muito gratificante participar do concurso e também conhecer um pouco mais sobre um dos maiores romancistas do Brasil. É muito importante saber que a minha escrita encanta pessoas e que eu ajudei a melhorar o acervo literário da minha escola com esse prêmio”, contou a aluna.

Premiação

 Concurso é um estímulo para jovens da rede estadual de ensino desenvolverem a leitura. (Foto: Handson Chagas)

Concurso é um estímulo para jovens da rede estadual de ensino desenvolverem a leitura. (Foto: Handson Chagas)

Os melhores colocados receberam, em cada uma das modalidades, um kit de livros e prêmio no valor de R$ 1 mil, assim como os professores que orientaram a produção artística, que receberam ainda um kit de livros de autores maranhenses e uma placa alusiva ao concurso.

As escolas, nas quais os estudantes premiados estudam, também receberam como reconhecimento o prêmio de R$ 4 mil, que deve ser utilizado para a qualificação do espaço, acervo da biblioteca escolar e atividades artístico, cultural ou literário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  1. FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.