Advogados de Lúcio Genésio solicitam pedido de Habeas Corpus

 

 

Esse é o 3º habeas corpus impetrado pela defesa de Lúcio Genésio.

 

 

Os advogados de defesa do Lúcio André Genésio, acusado de agredir a ex-companheira Ludmila Ribeiro, solicitaram na justiça mais um pedido de Habeas Corpus. 

Esse é o 3º habeas corpus impetrado pela defesa de Lúcio Genésio. O primeiro pedido foi negado na 3ª Vara Criminal de São Luís pelo juiz  Clésio Cunha e o segundo na Comarca da cidade de Pinheiro, pelo juiz Lúcio Fernandes Soares.

Lúcio Genésio já havia agredido a advogada em outras ocasiões. Em uma das vezes, ela estava grávida do único filho do casal. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, mas ainda não foi preso. No dia da agressão, ele havia sido preso, mas conseguiu ser solto após pagar fiança de mais de R$ 4 mil.

Desde o acontecimento, Ludmila tem se manifestado em prol da proteção das mulheres em casos de violência e pedido uma resolução para o seu caso. Em depoimento publicado por meio de rede social nesta terça-feira (19), a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva confessou que ela ainda sente medo. “A realidade é bem diferente, o meu agressor continua foragido, torrando dinheiro com advogados atrás de um HC (Habeas Corpus) favorável, que permita que eu continue em risco, um HC que rasgue a Lei Maria da Penha, que permita que outras mulheres não confiem no nosso judiciário para terem coragem de denunciar. (…) Eu continuo sem condições de voltar a trabalhar, sem clima de natal ou de ano novo. Apenas aguardando todo o desenrolar dessa triste história”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: MA10

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.