Estudante relata caso de assédio sexual dentro de transporte coletivo em São Luís

Na manhã desta quinta-feira (26), Fernanda Conceição Mota dos Santos, de 20 anos, foi surpreendida com a ação de um homem no ônibus da linha Raposa/São Francisco.

Na manhã desta quinta-feira (26), um caso de assédio sexual foi registrado em um ônibus da linha Raposa/São Francisco, em São Luís. A estudante de nutrição Fernanda Conceição Mota dos Santos, de 20 anos, relatou em sua conta no Instagram o caso.
A jovem estava indo para a faculdade, quando foi surpreendida com ação de um homem dentro do coletivo. Segundo a vítima, o transporte estava lotado. “Um homem que subiu junto comigo ficou atrás de mim e ficou lá. Após umas pessoas saírem, eu fui um pouco ‘pro’ lado e ele me prendeu, ficando com as duas mãos entre mim”, relatou a estudante.Fernanda contou no Story de seu perfil no Instagram que quando ficou de costas para o homem, foi assediada por ele. De acordo com a estudante, o assediador estava com o órgão genital ereto. “Então fui me saindo e indo ‘pro’ lado, mas na minha, sem falar nada mas super assustada, porém com medo de falar algo e ele vir ‘pra’ cima de mim ou algo do tipo”, detalhou a jovem.A estudante contou, ainda, que uma mulher viu a situação e começou a gritar com o homem, pedindo para ele se afastar dela. O homem negou estar assediando a jovem dizendo que a mulher estava louca. “Após a reação dela, me senti confortável ‘pra’ sair do lado dele e ir ‘pra’ outro lado”, detalhou Fernanda.

Após a situação, o assediar acabou sendo expulso do ônibus e foi agredido por outro homem na avenida próxima à Equatorial, no bairro do Cohafuma. A jovem recebeu apoio de outros passageiros do coletivo. “Eu ainda estava em choque e comecei a desabar. Me ofereceram uma cadeira e eu sentei aos prantos, toda me tremendo. Só que naquele momento minha ficha caiu e eu entendi o que estava acontecendo”, concluiu.

fonte da matéria postada: https://oimparcial.com.br/noticias/2021/08/estudante-relata-caso-de-assedio-sexual-dentro-de-transporte-coletivo-em-sao-luis/2 min

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.