Empate com Brasil de Pelotas deixa Sampaio agonizando na Zona de rebaixamento

O resultado leva o time maranhense aos cinco pontos e o tira momentaneamente da última posição do torneio – concorrente direto, o Tupi entra em campo pela rodada apenas neste sábado. Para o Brasil de Pelotas, o ponto fora de casa mantém o time no meio da tabela, na nona colocação, com 15 pontos.

A equipe gaúcha foi superior especialmente na etapa inicial e conseguiu abrir o placar já no segundo tempo, com Nathan. Entretanto, os mandantes empataram pouco depois, com Elias, que estreou com a camisa do Sampaio.

O Brasil volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o Náutico, em Pelotas. No mesmo dia e horário, o Sampaio Corrêa enfrenta o Luverdense em Lucas do Rio Verde (MT).

O jogo Mesmo fora de casa, o Brasil de Pelotas foi superior nos 45 minutos iniciais e criou as melhores chances da partida. Logo no primeiro minuto de jogo, a defesa do Sampaio Corrêa saiu jogando errado e a bola ficou de graça para o atacante Nathan, que limpou a marcação mas acabou escorregando na hora de bater.

O time da casa contava com Léo Gago para criar suas oportunidades. Aos 13 minutos, o volante aproveitou sobra de bola na entrada da área e bateu muito perto da trave esquerda do goleiro Eduardo Martini.

O Brasil retomou o domínio da partida e ensaiou uma pressão a partir dos 21 minutos, quando William Paulista parou no goleiro Rodrigo Ramos após contra-ataque. No lance seguinte, após cobrança de escanteio, Marcão cabeceou, a bola desviou na zaga do Sampaio e tocou o travessão.

Aos 35 minutos, o Sampaio Corrêa voltou a assustar por meio dos pés de Léo Gago, que cobrou falta com efeito para boa defesa de Eduardo Martini. O time da casa promoveu uma troca ainda no primeiro tempo: aos 36, saiu Jean Carlos e entrou Waldir.

A mudança não surtiu grandes efeitos e os maranhenses continuavam com pouca criatividade no ataque. O Brasil seguia melhor e, aos 13 minutos, Nathan aproveitou bobeira da defesa para bater e obrigar Rodrigo Ramos a fazer uma bela defesa.

A insistência de Nathan deu resultado. Aos 16 minutos, o atacante aproveitou cobrança de escanteio da esquerda no seguindo pau e tocou de primeira. O goleiro Rodrigo Ramos tinha saído mal, estava fora do gol e não evitou que a bola balançasse a rede.

Entretanto, o Sampaio Corrêa não sentiu o golpe e respondeu rapidamente. Aos 19 minutos, Waldir cruzou com precisão para o atacante Elias, em seu primeiro jogo com a camisa tricolor, tocar de cabeça, encobrir Eduardo Martini e empatar o jogo.

Após o empate, o Sampaio equilibrou as ações da partida e passou a levar mais perigo ao gol visitante. Aos 33, Henrique fez grande jogada pela direita para o Sampaio e rolou para Rafael Estevam, que mandou uma bomba que parou em Eduardo Martini.

A melhor oportunidade dos mandantes veio aos 37 minutos. Henrique recebeu lançamento de Rubens, cortou para a perna esquerda e mandou colocado na trave do Brasil, no último lance de perigo da partida.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 1 X 1 BRASIL DE PELOTAS

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)

Data: 17 de junho de 2016, sexta-feira

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Antônio do Prado (SP)

Assistentes: Arnaldo Souza (CE) e Renan Costa (CE)

Cartões Amarelos : Galiardo (Brasil)

GOLS:

SAMPAIO: Elias, aos 19 minutos do segundo tempo

BRASIL: Nathan, aos 16 minutos do segundo tempo

SAMPAIO CORRÊA : Rodrigo Ramos; Éder Sciola, Luiz Otávio, Wágner e Rafael Estevam; Diego Lorenzi, Léo Gago e Cleitinho (Rubens); Jean Carlos (Waldir), William Paulista e Elias (Henrique)

Técnico: Wagner Lopes

BRASIL DE PELOTAS : Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Leandro Camilo e Eduardo Beck; Galiardo (Leandro Leite), Nem (Washington) e Diogo Oliveira (Clébson); Nathan e Marcos Paraná

Técnico: Rogério Zimmermanncapture-20160617-235334

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.