Detran do Maranhão participa da ação social “Maranhão Para Todos”

FOTO-11-310x231O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) participa com um estande, neste sábado (13), das 9h às 17h , da ação social “Maranhão Para Todos”, promovida pela Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB), no Convento das Mercês.

O Departamento prestará serviços gratuitos à comunidade por meio de ações educativas para o trânsito. Serão disponibilizados testes educativos de alcoolemia (bafômetro), entrega de folders de educação para o trânsito, instruções sobre o uso correto de dispositivos de segurança (cadeirinhas) e também contará com a presença de um simulador de trânsito, que é um jogo onde se pode simular uma competição numa pista, e o jogador recebe orientações educativas sobre a prática de velocidade excessiva em locais inadequados.

As ações promovidas pela Fundação e pelos demais parceiros à comunidade, durante todo o dia, são voltadas para áreas da saúde, estética e beleza, cidadania, educação, cultura e lazer.

O Detran-MA mostrará o mascote do departamento, o “Sinalito”, um boneco gigante em formato de sinal de trânsito que distribui mensagens educativas. Sinalito fez muito sucesso durante a programação do São João do Maranhão. Todas as ações são voltadas para todos os públicos e tem como objetivo alertar as pessoas quanto à importância do trânsito seguro.

Para o Diretor Geral do Detran-MA, André Campos, as ações são importantes para a sociedade e o Detran sempre apoia eventos deste tipo, ainda mais, por podermos levantar a bandeira da educação para o trânsito que é fundamental para todos; sejam pedestres, ciclistas, motociclistas ou motoristas”.

Para a presidente da FMRB, a advogada Anna Graziella Neiva Costa, a ação social é de grande importância para a comunidade, porque disponibilizará serviços de difícil acesso para muitos. “A Fundação é uma grande articuladora da solidariedade e da inclusão social nesta ação. É preciso incutir uma cultura de cidadania no País. É preciso educar os jovens para o ‘direito a ter direito’. E temos desenvolvido várias iniciativas neste sentido, esta é apenas uma delas”, declarou.

Com informações da Secom

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.