Correios, Viracopos e Receita Federal iniciam projeto para embarque de carga internacional

Diante do impacto gerado pela pandemia no fluxo internacional de encomendas, em função da redução da capacidade de transporte aéreo, os Correios vêm, continuamente, buscando alternativas para reestabelecer e manter o tráfego de remessas ao exterior.

Uma dessas iniciativas foi concluída no último sábado (28). A estatal, em parceria com o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), e a Receita Federal, iniciou um projeto-piloto para o envio de carga postal destinada a outros países.

A iniciativa começou com a exportação de um lote contendo uma tonelada de carga em devolução, que foi embarcada em um voo da Lufthansa para a Suécia. A aeronave decolou na tarde de sábado e foi acompanhada de perto pela Receita Federal de Viracopos e pelos Correios.

As cargas são compostas por produtos adquiridos no exterior que não tiveram autorização de importação ou que não puderem ser entregues aos destinatários no Brasil. O projeto prevê, inicialmente, que sejam transportadas cargas em devolução para diversos países, para que sejam devolvidas aos seus remetentes.

Pelo menos 30 pessoas participaram da operação de descarregamento da carga dos Correios, na sexta-feira (27), e do carregamento dos produtos na aeronave, no pátio do Terminal de Carga de Viracopos.

A carga embarcada no projeto-piloto partiu do Centro Internacional em São Paulo, já com a documentação de embarque emitida e autorizada pela Receita Federal. O transporte até Viracopos foi realizado em veículo exclusivo, lacrado na presença de auditor da Receita Federal local, conforme previsto na legislação.

Com esta ação inicial, foi possível identificar pontos a serem ajustados para que o embarque da carga em Viracopos ocorra de forma permanente, ampliando as opções de voos que os Correios possuem para o escoamento da carga destinada a outros países.

Fonte da matéria postada: Assessoria Correios

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.