Com novos Parques Ambientais, Maranhão protege a natureza e estimula o convívio social

Sociabilidade, integração com o meio ambiente, atividades físicas e práticas esportivas. São algumas das funções dos quatro Parques Ambientais entregues pelo governador Flávio Dino no Maranhão. Eles compõem uma marca de gestão comprometida com a preservação do meio ambiente e a valorização da convivência em espaços públicos.

Com entrega do Parque Ambiental de Bacabeira, nesta sexta-feira (21), o Governo do Estado disponibiliza aos moradores da cidade um espaço com aproximadamente 4 hectares, com pista de caminhada, ciclovia, esplanada, quadra poliesportiva, quadra de areia, pergolados, academia ao ar livre, parquinho e área de preservação ambiental.

Além de Bacabeira, receberam Parques Ambientais as cidades de São Luís, com o Parque Ambiental do Itapiracó, Codó e Balsas.

O governador Flávio Dino destaca a importância dos Parques Ambientais como forma de estimular o uso de espaços públicos pela população e reduzir os impactos ambientais decorrentes da intervenção humana.

“Esses espaços com proteção ambiental garantem lazer, cultura e convivência comunitária. São múltiplos direitos que estamos realizando, com especial atenção também à saúde das pessoas e ao meio ambiente”, diz o governador.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Marcelo Coelho, ressalta a continuidade do Programa de Construção de Parques Ambientais no Estado: “Estamos vistoriando as obras, já em andamento, dos Parques do Rangedor, em São Luís, e do Parque Ambiental em Timon, que serão entregues em 2019”.

“Mesmo com a escassez de recursos públicos em função da crise nacional, o governador Flávio Dino prioriza a preservação ao meio ambiente, a valorização da convivência em equipamentos públicos seguros”, acrescenta.

Mais de R$ 140 milhões investidos em espaços públicos 

Além dos Parques Ambientais, dezenas de outros espaços públicos espalhados por todo o Estado foram entregues ao longo da gestão.

Foram de obras de reforma, revitalização e construção de praças, quadras poliesportivas, conchas acústicas e outros espaços de convivência, cultura e prática esportiva para a população, garantindo também mais segurança em espaços públicos antes abandonados ou subutilizados.

Com mais de R$ 140 milhões investidos pelo Governo, as obras também garantiram geração de emprego, renda e movimentação de economias locais.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.