Chico Gomes exalta legado de João Evangelista

A nova fase do parlamento maranhense, marcada pelo exercício da Democracia como condição para a sustentabilidade do poder é o maior legado do ex-presidente João Evangelista (2005-2007\2007-2009). Este foi o depoimento do líder de governo, deputado Francisco Gomes (DEM), em discurso realizado nesta terça-feira (18), em que prestou um tributo ao deputado falecido no último dia 15.

Na visão de Chico Gomes, as duas gestões de Evangelista como presidente da Assembleia entraram para a história do Legislativo estadual por resgatar a dignidade da atividade parlamentar. “Como resultado desse trabalho, todos os 42 deputados têm espaço assegurado para desenvolver as suas ações, não importando o partido a que pertençam nem as posições assumidas”. Sob o comando de Evangelista, “A Assembleia Legislativa adquiriu personalidade própria”, marca que se reflete na composição da Mesa e nas comissões técnicas.

A homenagem ao ex-presidente da Assembleia dominou a sessão ordinária desta terça-feira, na retomada dos trabalhos legislativos, após o luto oficial de três dias decretado pelo presidente Marcelo Tavares, em respeito à memória de Evangelista. Diversos deputados se revezaram na tribuna, exaltando as qualidades e os feitos do colega falecido.

Chico Gomes lembrou a origem em comum dos dois. O primeiro nascido em Viana (Matinha). O outro em São João Batista. E a longa convivência entre ambos, “desde que ele, ainda criança, veio para São Luís”, e ingressou no mercado de trabalho pelas portas do comércio varejista. No governo de Luiz Rocha entrou para o serviço público, sendo nomeado diretor do Centro Social Urbano do Turu, da Secretaria de Trabalho e Ação Social, cujo titular era o deputado Carlos Braide, tendo Chico Gomes como secretário-adjunto.

Os anos seguintes marcariam o nascimento e a ascensão do político João Evangelista. Segundo Chico Gomes, como diretor daquele centro social ele passou habilmente a desenvolver todo um trabalho em benefício do Turu e de outros bairros “cujas demandas ele conhecia tão bem”. “E assim João ingressou na política, primeiro como vereador (foi presidente da Câmara), depois como deputado estadual e presidente desta Casa”.

Para Chico Gomes, Evangelista escreveu uma linha em alto relevo na história do parlamento maranhense, não apenas pela conclusão do conjunto de prédios que abrigam hoje a sede do Legislativo, mas principalmente por suas ideias inovadoras, das quais se destacam o Parlamento Estudantil, o Projeto Itapecuru – Águas Perenes e o Programa Sol Nascente (desenvolvido no bairro da Ilhinha).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.