Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora primeiro ano de atividades

O Centro Socioeducativo da Região Tocantina, da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), em Imperatriz, completou um ano de atividades em novembro. A unidade de internação com capacidade para 30 vagas foi um dos grandes avanços da gestão da Funac para a regionalização das medidas socioeducativas, conforme a preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a resolução nº. 05/98 do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Maranhão (CEDCA/MA).

“Garantir o cumprimento de medida socioeducativa dos adolescentes com a convivência familiar e comunitária é uma das nossas metas de Governo que estamos cumprindo com dedicação e empenho. Hoje, podemos afirmar que a regionalização das medidas socioeducativas é uma realidade, a exemplo da unidade de internação em Imperatriz que já tem um ano de atividade com boas ações e contribuições na vida dos adolescentes”, comemora a presidente da Funac, Elisângela Cardoso.

Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora um ano de funcionamento na região Tocantina. (Foto: Divulgação)

A gestora destaca que há 19 anos o Estado estava em dívida com os adolescentes da Funac ao descumprir a resolução do Cedca e o ECA. “A convivência familiar e comunitária no processo de socioeducação, por intermédio de atividades que aproximem o adolescente de sua família, fortalece vínculos e isso é fundamental para que esse jovem se sinta acolhido e cumpra sua medida como lhe deve ser garantido, para que tenha um novo projeto de vida”, ressaltou. “A nossa presença em Imperatriz é decisiva para a qualificação do atendimento socioeducativo com a garantia desses direitos aos adolescentes da região”, concluiu.

“Apesar de estar privado de liberdade, sinto que com a minha família por perto e apoio dos profissionais da unidade posso voltar a sociedade, construir meu caminho e ser feliz”, disse um dos adolescentes que cumpre medida socioeducativa no CSRT sobre a convivência familiar.

Acompanhamento regionalizado

O Centro, assim como as demais unidades do interior, são acompanhadas diretamente pela Coordenação Regional dos Programas Socioeducativos, criada para suporte ao funcionamento sociopedagógico das unidades do interior do Estado. Além de Imperatriz, a Funac já possui unidades de semiliberdade nas cidades de Pinheiro e Timon.

Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora um ano de funcionamento na região Tocantina. (Foto: Divulgação)

Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora um ano de funcionamento na região Tocantina. (Foto: Divulgação)

“Por meio da coordenação, apoiamos as atividades e o acompanhamento direto na execução das medidas socioeducativas dessas unidades, além de ser apoio para articulação das ações intersetoriais que complementam o trabalho da Funac, beneficiando os adolescentes”, explicou a coordenadora Eunice Fernandes.

Atividades Socioeducativas 

Na unidade de atendimento, os socioeducandos são acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos, assistentes sociais, pedagogos, advogados, enfermeiros, entre outros profissionais, para que possam ressignificar suas vidas por meio de atividades de escolarização, profissionalização, oficinas e outras ações.

Em um ano de funcionamento já foram realizadas diversas atividades como, por exemplo, capacitação com foco no empreendedorismo pelo Sebrae; cursos profissionalizantes ação intersetorial com a Secretaria de Trabalho e Economia Solidária (Setres); incentivo à agricultura familiar e cultivo de hortaliças com Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp); além de atividade culturais como passeios, sessões de cinema e exposição de trabalhos e artesanatos produzidos pelos adolescentes nos shoppings da cidade.

E recentemente, a unidade foi inserida no Programa Brasil Alfabetizado (BRALFA), ação do Ministério da Educação (MEC), para aceleração da alfabetização de jovens e adultos no Brasil. Em Imperatriz, é desenvolvido em parceria com a Prefeitura.

Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora um ano de funcionamento na região Tocantina. (Foto: Divulgação)

Centro Socioeducativo da Região Tocantina comemora um ano de funcionamento na região Tocantina. (Foto: Divulgação)

“Todas estas ações compõem o rol de atividades da socioeducação e permite aos adolescentes ter novas perspectivas de vida, desvinculada da prática do ato infracional”, pontou a diretora técnica, Lúcia Diniz.

Missa 

Para marcar o primeiro ano de atividades do CSRT, a comunidade socioeducativa celebrou uma Missa de Ação de Graças, presidida pelo padre Joariston Guedes, e com a presença da Pastoral da Juventude de Imperatriz. A celebração foi abraçada por todos de forma ecumênica e com grande participação dos adolescentes.

Metas 

Até o final de 2018, o atendimento socioeducativo deverá ser ampliado na região com a construção da unidade regionalizada da Região Tocantina 2018, com capacidade para atender até 70 adolescentes.

Nos municípios de Paço do Lumiar e Timon também estão previstas a construção de unidades que, inclusive, já estão em fase de projeto e orçamento, somadas as unidades vão ampliar o número para 150 novas vagas, das quais 82 são para medida de internação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: GOVERNO DO ESTADO

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.