Brasil x Colômbia em homenagem a Chapecoense, será no Maracanã

A CBF está decidida a organizar um amistoso entre Brasil e Colômbia para homenagear a Chapecoense e ajudar as famílias das vítimas do acidente aéreo que matou 71 pessoas, entre jogadores, comissão técnica e diretoria da equipe catarinense, além de jornalistas e tripulantes, na noite do último dia 28 de novembro, próximo a Medellín.

Os gestos de solidariedade do povo colombiano e do Atlético Nacional, que seria o adversário da Chape na final da Copa Sul-Americana, mas pediu – e foi atendido – à Conmebol que o título fosse dado aos brasileiros depois da tragédia, estimularam a CBF a pensar na partida.

Mas ela não é simples. Nos próximos dias, o departamento de futebol, sob gestão de Edu Gaspar, vai terminar de montar um quebra-cabeça para tirar a ideia do papel, especialmente sobre os jogadores que serão convocados pelo técnico Tite. Veja abaixo tudo o que você precisa saber, o que a CBF já sabe e o que ainda não está definido sobre esse jogo.

Convocados: eis a principal parte do quebra-cabeça. Não há datas Fifa em janeiro, isso significa que os clubes não são obrigados a liberar seus jogadores. As equipes europeias estarão em atividade. Por exemplo, no dia 22 de janeiro, as tabelas apontam jogos de clubes como Barcelona, Real Madrid e Chelsea, entre outros. Os que atuam na China ainda estarão de férias, e os times brasileiros estarão em pré-temporada, sendo que Corinthians, Internacional, São Paulo e Vasco poderão ainda estar nos Estados Unidos para o Torneio da Flórida.

Relação com os clubes: Edu tem uma preocupação grande, que é não impor uma situação difícil a clubes europeus. Solicitar a presença de um jogador numa partida como essa, que nasce de uma tragédia, os deixaria numa enorme saia justa: abrir mão de protagonistas em jogos importantes das ligas europeias ou falar não para uma causa nobre?

Superclássico: por conta do item acima, a enorme probabilidade é que CBF e Federação Colombiana negociem para que apenas jogadores que estejam em clubes dos dois países sejam convocados, exatamente como foram os duelos com a Argentina em 2011 e 2012, no Superclássico das Américas.

Treinos: nenhum. A ideia do departamento de futebol é que os jogadores se apresentem no sábado à noite, jantem, joguem no domingo e sejam imediatamente liberados para voltarem a seus clubes.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.