Ator maranhense fala sobre indicação de ‘Melhor Ator’ em prêmio nos EUA

O maranhense Alberto Danúzio foi indicado à categoria de ‘Melhor Ator’ no Brazilian International Press Awards 2015, que é um prêmio destinado à artistas brasileiros que moram no exterior. É a segunda vez que o ator Al Danuzio, como é conhecido, está concorrendo ao prêmio. Desta vez, ele disputa com outros 25 finalistas na categoria da premiação que acontece entre os dias 7 e 9 de maio, nos Estados Unidos. A escolha do vencedor é feita por voto popular até dia 15 de fevereiro. Ao G1, o ator falou sobre carreira e indicação ao prêmio.

Alberto Danúzio tem 24 anos de idade e 16 de carreira. Nascido em São Luís, atuou nos palcos da capital durante nove anos antes de mudar para Mami, em 2008, onde fez novelas, peças de teatro e os primeiros curta-metragens da carreira. “Fui para Nova York para estudar inglês e comecei a trabalhar, também, com produção. Já me sentindo mais seguro com o inglês, decidi mudar para Nova Iorque para começar minha universidade de atuação na ‘New York FIlm Academy’, onde continuo estudando”, conta o ator.

Além de novelas mexicanas, Al Danuzio já atuou no curta americano “A Conversation with Him” e dirigiu a versão americana da peça “Dois Perdidos Numa Noite Suja”, de Plínio Marcos, conhecida em inglês como “Two Lost in a Dirty Night”. No Brasil, ele conta que já fez tantos trabalhos que já até perdeu a conta. “Filmes independentes já perdi a conta de quantos faz há muito tempo. Parei de contar pelos quarenta. Hoje em dia não é tão difícil fazer um filme, é difícil fazer ‘o’ filme”, explica.

Hoje em dia não é tão difícil fazer um filme, é difícil fazer ‘o’ filme”
Al Danuzio

Segundo o ator, sua indicação é fruto da trajetória artistica no exterior representando o Brasil e que aparecer na lista de indicação é emocionante. “Me alegrou ver que a gente é lembrado pelo que faz pelo Brasil ou mesmo fora dele. É muito lindo ver que tantos nomes carregam essa bandeira e ajudam a construir um país melhor mesmo estando fora”, diz.

Mesmo fazendo sucesso na carreira de ator, o maranhense conta que a vida de ator não é fácil e que, no tempo livre, trabalha como caixa para complementar a renda. “Vida de universitário não é fácil em lugar nenhum. Imagina a de um ator universitário? Aqui nos Estados Unidos já trabalhei desde mecânico de barco até mímico.  Por muitos anos fui manobrista e hoje trabalho de caixa em um estacionamento na famosa Sunset Boulevard, entre o tempo livre dos projetos para completar a minha renda mensal. Não jogo flores e escondo os espinhos não”, revela.

Ator, produtor e diretor
Desde muito cedo, Alberto “rabisca” e dirige roteiros. Começou escrevendo poesias ainda bem novo, na adolescência escreveu peças de teatro e, com o tempo, começou a passar para o papel algumas ideias de curtas, que deram origem, já em Miami, aos filmes “Sob um novo Olhar”, “Conecta-me” e “Broders”, que ele considera o primeiro trabalho no cinema e que no Festival Brasileiro de Cinema de Los Angeles e Festival Guarnicê de Cinema, no Maranhão. “Broders” foi exibido este ano, no sexto dia da 7ª edição do festival de cinema maranhense, “Maranhão na Tela”.

Na escola, começou a dirigir peças de teatro, mas aos 18 anos foi contratado profissionalmente. “Como diretor mesmo foi quando me contrataram para dirigir ‘Os Saltimbancos’ e ‘A Dama e o Vagabundo’. Eu era um moleque dirigindo atores de muito mais experiência. Em Miami, me auto dirigi em uma performance ganhadora do reality show ‘Talento Brazil'”, conta Alberto, que tempos depois também trabalhou na produção de programas de TV como das superproduções “The Voice” e “X Factor”.

O prêmio “Brazilian International Press Awards” está em sua 17ª edição e conta com 26 categorias como Artes Visuais, Fotografia, Dança e Folclore, Teatro, Cinema e Vídeo, Esportes, Cantor, entre outros. Clique aqui para votar em Al Danuzio na categoria de ‘Melhor Ator’.

O longa metragem "O Canto do Sabiá" é o próximo projeto do ator (Foto: Divulgação/Al Danúzio)O longa metragem “O Canto do Sabiá” é o próximo projeto do ator (Foto: Divulgação/Al Danúzio)
Fonte: G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.