As falas do ministro têm feito um buraco no meu coração’, diz mãe de duas crianças cegas, sobre Milton Ribeiro

Aline Benevides tirou os filhos de escola para pessoas com deficiência e os matriculou em escola comum. ‘[Eles] não se sentem mais excluídos. Os colegas aprendem a não ter preconceito’. Governo Bolsonaro lançou política para estimular vagas em instituições exclusivas – suspensa pelo STF –, e ministro da Educação argumenta que há estudantes ‘de impossível convivência’.

Aline Benevides, de São Paulo, é mãe de duas crianças com deficiência visual: Isac, de 11 anos, e Levi, de 5. Até 2020, os meninos estudavam em uma escola filantrópica focada em alunos cegos. Neste ano, a mãe decidiu transferi-los para um colégio público comum:

“Eles estavam em uma bolha, convivendo com poucas crianças sem deficiência”, conta.

“A sala de aula regular traz benefícios para eles, que não se sentem mais excluídos. Os colegas também aprendem a não ter preconceito. Não entendo por que ainda insistem nessa ditadura de separar [os alunos com deficiência]. As falas desse ministro têm feito um buraco no meu coração.”

fonte da matéria postada: https://g1.globo.com/educacao/noticia/2021/08/26/as-falas-do-ministro-tem-feito-um-buraco-no-meu-coracao-diz-mae-de-duas-criancas-cegas-sobre-milton-ribeiro.ghtml9 min

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.