Vigilantes ficam detidos pós fuga de presos em Pedrinhas

Carlos e Henrique, agentes penitenciários presos
Carlos e Henrique, agentes penitenciários presos

Os dois auxiliares penitenciários, que foram conduzidos suspeitos de facilitarem a fuga de dois presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, já estão detidos em uma das celas do Centro de Classificação, Observação Criminológica e Triagem (CCOCT) de Pedrinhas.

O monitor Carlos César Silva e Silva, de 32 anos, e o vigilante Henrique Fernando de Oliveira, de 27 anos devem continuar por lá pelo menos 30 dias, até que sejam concluídas as investigações a respeito do ocorrido.

A fuga se deu na tarde de segunda-feira (12), quando dois presos identificados por Hailton Silva e Fagner Gomes Sena, que estavam no bloco B da Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Complexo de Pedrinhas solicitaram auxílio médico e foram sido encaminhados para a enfermaria da unidade. Lá eles renderam os auxiliares penitenciários e o vigilante e conseguiram fugir.

No mesmo dia, os dois servidores da CCPJ homens foram apresentados no Plantão de Polícia da Vila Embratel, suspeitos de facilitarem a fuga dos detentos.

Fonte> O Estado do MA.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.