Vaqueiro preso pela morte de “Nenzin” é indiciado por outro homicídio qualificado

Segundo as investigações, Luizão, que foi indiciado pelo homicídio qualificado do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, conhecido como “Nenzin”, teria sido autor de outro homicídio qualificado. Os investigadores apuraram que o vaqueiro teria assassinado Raimundo Nonato de Jesus, no dia 12 de agosto de 2010, no povoado São José do Mearim na zona rural de Barra do Corda. A vítima foi assassinada com vários disparos de arma de fogo, após uma discussão sobre o furto de uma motosserra.

“O crime estava impune desde a presente data, por medo dos familiares da vítima em procurar a polícia e sofrerem represálias por parte do autor Luizão, sendo que com a prisão deste, suspeito da morte do ex-prefeito de Barra do Corda, a polícia judiciária recebeu denúncias via WhatsApp da ocorrência desse outro crime, sendo possível então localizar os familiares da vítima e concluir as investigações, tendo o indiciado Luizão confessado tal delito em seu interrogatório”, afirma a polícia Civil.

Diante dos fatos, foi representado pela Polícia Civil, nos autos dessa nova investigação, um novo mandado de Prisão Preventiva contra o vaqueiro, como forma de garantir as instruções criminais e acima de tudo a ordem Pública.

A polícia investiga, agora, se Luzivan Rodrigues da Conceição Nunes cometeu outros crimes de homicídio na região de Barra de Corda.

Imirante

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.