Trump chama Kim de “honroso” e diz que quer vê-lo “o mais rápido possível”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou nesta terça-feira de “muito honroso” o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e disse que a Coreia do Norte comunicou aos Estados Unidos que quer que a reunião entre ambos aconteça “o mais rápido possível”.

“Kim Jong-un realmente foi muito franco e acredito que muito honroso”, disse Trump durante uma reunião com o presidente francês, Emmanuel Macron.

“Vamos ter uma reunião com Kim Jong-un muito em breve. Eles nos disseram diretamente que gostariam de ter a reunião o mais rápido possível. Isso é algo muito bom para o mundo”, ressaltou Trump.

O presidente americano opinou que há “uma oportunidade de fazer algo muito especial com a Coreia do Norte”, e que o resultado de sua próxima reunião com Kim “talvez seja maravilhoso, e talvez não”.

Trump afirmou há uma semana que estava avaliando cinco possíveis locais para seu encontro com Kim – nenhum deles nos EUA – e previu que a esperada reunião acontecerá “no início de junho” ou antes.

Os elogios de Trump a Kim contrastam com a dura linguagem com o qual o presidente americano costumava se referir ao líder norte-coreano no ano passado, quando deu a ele o apelido de “homem foguete” e ameaçou, em discurso na Assembleia Geral da ONU em setembro, “destruir totalmente” a Coreia do Norte.

No último sábado, o regime norte-coreano anunciou a suspensão do seu programa nuclear e de mísseis intercontinentais, e o fechamento de um centro de testes nucleares, em um aparente gesto para aproximar posições em relação às cúpulas que Kim Jong-un terá com Trump e com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

Trump qualificou esse anúncio como “uma notícia muito boa”, embora a Casa Branca tenha se mostrado mais cética e tema que esse gesto de Kim Jong-un possa ser unicamente um truque para convencer Washington de que é um líder razoável.

Agência EFE

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.