Tia confesa que estuprou sobrinha de 2 anos

Uma mulher suspeita de abusar sexualmente da sobrinha de dois anos, foi presa nesta segunda-feira (14), depois de confessar à polícia a autoria da ação criminosa. Sangue no chão e choro compulsivo de suposta autora ajudaram nos levantamentos da perícia e na elucidação do crime.

Policiais militares foram acionados pelo pai da criança, que relatou que a filha de apenas dois anos, havia sido vítima de abuso sexual. Os supostos envolvidos foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil e investigadores se dirigiram até o Hospital Regional onde se encontrava a madrasta da menina.

Questionada sobre o ocorrido, a mulher autorizou que os policiais fossem até o local do crime.

PEÇA CHAVE

Na residência, onde teriam acontecido os abusos, os policiais civis localizaram uma toalha com vestígios de sangue, supostamente da vítima, além de uma gota de sangue no chão.

A perícia da Polícia Civil foi acionada para realizar o levantamento da cena do crime, que serviu como peça chave, para a conclusão das investigações. Ainda no local, outros familiares foram entrevistados e também conduzidos à Delegacia.

DESCOBERTA

Neste momento, a autora começou a chorar compulsivamente, demonstrando arrependimento e na delegacia ao ser confrontada investigadores, confessou o crime com riqueza de detalhes e que inclusive havia agido com brutalidade.

A prática criminosa aconteceu enquanto a autora dava banho na criança e ”por achar ela bonita”, passou a abusa-la sexualmente.

A autora foi autuada em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável e, no momento de seu interrogatório foi acompanhada de uma testemunha, já que apresentava possíveis problemas psicológicos e tal medida foi tomada para garantir a legalidade da ação.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.