Técnico exalta triunfo sobre a retranca do Brasil-RS: “Queriam ir aos pênaltis”

Apesar da classificação suada à final da Série C, Márcio Fernandes avaliou após a partida que o Vila Nova mereceu não só a vaga, mas também foi soberano em campo. Os gols não saíram no tempo normal, o que dificultou o duelo, mas o técnico colorado viu amplo domínio por parte do Tigre.

– Se tivesse que ter um vencedor (durante os 90 minutos), teria que ser o Vila Nova, pois criamos mais chances. O Brasil de Pelotas quase não deu chute ao gol. Isso não tira o mérito deles, pois queriam levar a decisão para os pênaltis, mas fomos superiores e merecemos.

Márcio ressaltou ainda que o Vila não pôde se lançar ao ataque de forma desorganizada, uma vez que, se levasse gol, obrigatoriamente teria que virar a partida. Desta forma, buscou pressionar o Brasil-RS, mas com cautela, ainda que isso tenha irritado um pouco a torcida.

– Imagina se levássemos gol? É uma situação difícil. Teríamos que sair para fazer dois ou mais e virar. Quando vi que o jogo estava controlado, levei nosso time à frente da forma que dava – concluiu.

O Vila Nova enfrenta na decisão o Londrina, que passou pelo Tupi-MG na outra semifinal. As partidas estão previstas para os dias 14 e 21 de novembro, mas ainda não foram oficializadas. Como chega com melhor campanha, o Tigre fará o segundo jogo em casa, no Serra Dourada

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.