Tarifa dos Correios são reajustadas em 10,64%

As tarifas postais dos Correios serão reajustadas em 10,64% para serviços nacionais e internacionais, de acordo com portaria assinada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, publicada no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira.

O primeiro porte da carta não comercial, por exemplo, terá seu valor corrigido de 1,05 para 1,15 reais. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a nova tarifa é de 7,07 reais por página. Antes, a tarifa vigente era de 6,39 reais. A tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada, em 0,01 real.

Sem dinheiro em caixa até para pagar salários de empregados, os Correios esperavam esse aumento nas tarifas desde abril. Segundo fontes ouvidas pela Agência Estado, o represamento do preço das tarifas de serviços pelo governo para evitar impactos na inflação seria um dos principais fatores do prejuízo da estatal.

Mesmo com o reajuste de 8,89% dado pelo governo em dezembro de 2015 às tarifas de entrega de cartas e telegramas, a defasagem retirou cerca de 350 milhões de reais dos Correios no ano passado. Também apesar do reajuste de 2015, os cálculos são de que as tarifas ainda continuavam defasadas em torno de 8%.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.